Animes

Os 5 melhores Animes da temporada de Outono de 2015

Estamos há duas semanas do fim da temporada de Outono de 2015 (Primavera para nós, no caso), e já dá pra avaliar quais são os melhores ani... (por Gabriel Costa em 08/12/2015, via GeekBlast)



Estamos há duas semanas do fim da temporada de Outono de 2015 (Primavera para nós, no caso), e já dá pra avaliar quais são os melhores animes. Claro, 5 é um número pequeno, mas esses são os animes que você não deve deixar de assistir, por motivo nenhum. Os animes listados aqui, têm grande qualidade de animação, som, fotografia e história. Sejam novas temporadas de animes já conhecidos, ou séries totalmente novas, estes são os animes que estão se destacando nessa última temporada.

1. One-Punch Man

Estúdio: Madhouse
Não importa o tamanho: um soco basta.
Sinopse: Saitama é um herói por diversão. Os pais dele não foram assassinados, ele não caiu em um tanque cheio de produtos químicos. Ele só treinou intensivamente até perder os cabelos. O que faz Saitama especial? Ele consegue derrotar TODOS os inimigos que cruzam o seu caminho, com apenas um soco.

Mas apenas ser absurdamente forte não é suficiente para Saitama se tornar um herói de verdade: ele precisa ficar conhecido pelas pessoas que salva. O problema é que como ele acaba tão rápido com os inimigos, e por causa de sua aparência “nada especial”, ele não recebe a glória que deveria.

Por que é bom?
Saitama é o herói que a indústria dos animes precisava. Facilmente relacionável, engraçado e absurdamente forte, Saitama é um ícone de animes de ação que não víamos há muito tempo (talvez, desde a época de Berserk). O anime em si, é uma quebra dos modelos do gênero ação. A pergunta básica “será que ele vai conseguir?”, passa a ser “Como que o Saitama vai destruir esse cara?”, e isso renova as expectativas do espectador, mudando o foco do anime para não só as batalhas (que têm as animações mais incríveis da temporada), mas a saída do herói do anonimato, sua relação com seu discípulo Genos, um ciborgue poderoso e estiloso, que sem querer rouba a fama de seu mestre.
Enfim, One-Punch Man é claramente o melhor anime da temporada. Pela animação incrível, pela trilha sonora destruidora, os efeitos sonoros bem mixados, personagens profundos e a melhor abertura para um anime de ação dos últimos tempos. Se você ainda não está assistindo, por favor, corra e assista (no Daisuki é de graça).

2. Owari no Seraph: Nagoya Kessen-hen

Estúdio: Wit Studio
Nova temporada é focada na relação entre Mika e Yui
Sinopse: A segunda temporada da série que mistura vampiros, demônios e monstros sem perder a noção, se passa alguns meses depois da batalha em que Yuichiro perdeu o controle e quase matou seus companheiros. Qual é o segredo que Yui guarda? Qual é o plano dos vampiros para impedir o “Seraph of The End”?

Por que é bom?
Primeiro, vou logo dizendo que a primeira temporada de Owari no Seraph foi bem mediana. Desculpem minha sinceridade, mas a série se enrolou muito para criar a ambientação. Agora, por outro lado, o mundo já está bem estabelecido, e os episódios são focados em transmitir as ações dos protagonistas e antagonistas.

A ação de Owari no Seraph não é um exagero de bom, mas passa bem a mensagem, uma vez que os vampiros (principalmente os “nobres”) são muito mais fortes que os humanos. As batalhas mostram estratégias e técnicas especiais para derrotar os vampiros. A série consegue passar uma sensação de fraqueza que pode ser ultrapassada com trabalho em equipe e estratégias de guerra. Isso é um aspecto bem interessante para um anime de ação.

A trilha sonora de Owari no Seraph também é bem desenvolvida e completa a atmosfera pós apocalíptica em que o anime se passa. Além de que Shinoa é uma das personagens mais interessantes dessa temporada. Temperamental, convencida e inteligente, suas ações fogem da convencional classe das –deres, o que é muito, muito revitalizador pra indústria.

3. Noragami Aragoto

Estúdio: Bones
Os três protagonistas da série estão de volta: Yato, Yukine e Hiyori
Sinopse: Yato continua sendo um deus que quase ninguém conhece, e que aceita qualquer tipo de trabalho, desde que seja pago o valor de 5 yens. Porém essa vida tranquila não pode durar muito, uma vez que a deusa da guerra Bishamon, continua atrás de vingança, e acredita que a melhor forma de consegui-la, é matando Yato. Hiyori e Yukine têm que ajudar Yato a escapar dessa com vida, ou ele pode acabar desaparecendo de vez.

Por que é bom?
Noragami foi uma série muito boa. Tá, tinha seus problemas de storytelling e algumas pausas absurdas que quebraram um pouco a narrativa. Mas a nova temporada está livre desses problemas. O amadurecimento da Regalia de Yato, Yukine, deixa a história menos focada nos conflitos interiores e psicológicos dos personagens, e garante uma série repensada, com problemas reais, palpáveis.


A direção de arte continua interessante e a fotografia ficou ainda melhor. Assim como na primeira temporada, cada personagem ou facção, retratados no anime, têm suas próprias cores características, e a construção dos cenários gira em torno dessa paleta de cores (geralmente laranja, azul e rosa). Além de ser uma série com uma ótima premissa, agrada os olhos de uma maneira singular.

4. Subete ga F ni Naru: The Perfect Insider

Estúdio: A-1 Pictures
Já famosa no Japão, série agora vira animação.
Sinopse:  Shiki Magata é um gênio. Ela, com menos de 18 anos, já tinha doutorada e era a cientista mais renomada do mundo. O problema? Ela é acusada de ter matado os próprios pais, por isso ela está confinada em uma ilha no meio do nada, reclusa do mundo. Em uma viagem até esta ilha, Saikawa, o professor responsável pela turma, e Shiki Magata, filha do mentor de Saikawa, acabam se envolvendo em um caso de assassinato. Todas as suspeitas são plausíveis, ninguém é inocente.

Por que é bom?
Subete ga F ni Naru já foi romance, mangá, jogo, série de televisão e agora anime. O sucesso da série é absurdo no japão. Tudo pelo mesmo motivo: não é apenas mais uma história de investigação policial. A série foca em três personagens principais, enquanto que todos os outros coadjuvantes tem uma função importante para o andamento da história. Todos eles são imperfeitos, incluindo Shiki, que desde o começo da série parece ser a pessoa mais “normal” do mundo. As imperfeições de cada personagem deixam o espectador duvidando de todas as verdades, e suspeitando de todas as possibilidades. Uma verdadeira obra-prima na forma de se contar uma história de mistérios e assassinatos.

Preste atenção nessa abertura. Se não for a melhor, uma das melhores aberturas do ano inteiro.

5. Owarimonogatari

Estúdio: Shaft
Ougi Oshino é grande destaque de Owarimonogatari
Sinopse: A mais misteriosa personagem da série Monogatari é, sem dúvidas, Ougi Oshino. Sim, eu sei que todos os personagens tem sua carga de segredos e mistérios, mas Ougi é diferente. Ela fala muito, diz pouco. Continua sendo uma incógnita, mesmo depois de sua participação em Hanamonogatari. Com Owarimonogatari, é hora de descobrir quem é essa garota (garoto?) e qual é a relação dela com o tio, Meme Oshino.

Por que é bom?
Porque é. A série Monogatari é difícil de explicar. Ela é complicada, ela tem umas 8 temporadas, todas elas contando histórias diferentes, muitas vezes acronológicas e sem ligação. A beleza estética da série continua forte nessa última temporada. Marca registrada da série, juntamente com sua edição maluca, que mostra os cortes, e quando supostamente era para ter uma tela preta para transição de cenas, os editores colocam uma tela branca dizendo “tela preta” (?). Pois é. Monogatari é famosa por essas e outra loucuras, e pelos seus personagens complexos e cheios de manias e problemas psicológicos. Até o fanservice da série é exagerado propositalmente para dar um teor satírico aos assuntos relacionados à sexualidade dos personagens.

Owarimonogatari é tudo isso e ainda mais, porque introduz uma personagem totalmente desconhecida pelo público: Ougi. Ougi é interessante, marcante, provocante, perigosa e muito inteligente. O confronto entre ela e Hanekawa é um dos pontos altos da história (as duas personagens mais inteligentes da série).

Vale muito assistir Owarimonogatari. Se você ainda não assistiu nenhuma das outras temporadas, sugiro que o faça.

Concordam com o que eu disse? Alguma série fez falta, ou você acha que algum destes animes não deveria estar na lista? Deixe seu comentário.
Gabriel Costa escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook