Cinema

Morre ator que interpretava R2-D2 em Star Wars

Após uma longa luta contra doença pulmonar, morre Kenny Baker, ator famoso pelo papel de R2-D2, um dos personagens ícones da franquia Star Wars

Com tantos avanços na área da medicina, foi possível estender a expectativa de vida do ser humano, porém, cedo ou tarde todos morrem, e foi o que aconteceu neste sábado (13) com Kenny Baker, o ator que fazia o papel do icônico R2-D2.

Kenny faleceu aos 81 anos, após uma longa luta contra uma doença pulmonar. Segundo o jornal The Guardian, a doença evoluiu de forma tal que o ator passou a locomover-se em com uma cadeira de rodas. Sua sobrinha, Abigail Shield, declarou: 
"Era esperado, mas é triste de qualquer maneira. Ele teve uma vida longa e completa. Ele trouxe muita felicidade às pessoas e nós iremos celebrar o fato de que ele foi tão amado pelo mundo. Somos muito orgulhosos do que ele alcançou em vida”
O ator nasceu no dia 24 de agosto de 1934, na cidade inglesa de Birmingham e começou a atuar aos 16 anos, em espetáculos, peças e shows circenses. Baker ascendeu na carreira artística após sua participação no filme Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, em 1977 e seguiu atuando nos demais filmes de ambas as trilogias, sendo o Episódio III: A vingança dos Sith, de 2005, sua ultima participação nelas. Além de sua participação como o impaciente e carismático robô, ele também atuou como o ewok Paploo em O Retorno de Jedi e participou de outros filmes como Labirinto e Flash Gordon.
Kenny durante as filmagens
Mesmo após o fim das duas trilogias cinematográficas da franquia, Baker continuou próximo de Star Wars. Durante a criação do Episódio VII: O Despertar da Força ele foi consultado para ajudar na construção da nova versão de seu personagem.

Fontes e créditos
Caio Gomes escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook