Cinema

Crítica: Um espião e meio - As enrascadas de uma amizade

A CIA nunca mais será a mesma


Um espião e meio (Central Intelligence), do diretor Rawson Marshall Thurber (Família do Bagulho), seria lançado no Brasil em setembro, e agora chegará as telonas no dia 11 de agosto. Dwayne Johnson e Kevin Hart, protagonizam essa nova comédia americana.

Em 1996, Bob Stone (Dwayne Johnson) e Calvin Joyner (Kevin Hart), estudavam no mesmo colégio. Bob era um nerd obeso que sofria bullying e Calvin, o aluno mais promissor do colégio, conhecido como The Golden Jet (foguete dourado).

Bob Stone na adolescência
The Golden Jet na adolescência
Vinte anos depois, a turma de 1996 resolve se encontrar, reaproximando  Bob Stone, que  se tornou um musculoso agente da CIA, e o promissor "Golden Jet", um ótimo contador que está infeliz com o seu trabalho.
Stone é acusado de traição e roubo, e tentará de tudo para provar sua inocência e descobrir o verdadeiro culpado para limpar o seu nome. Ele acaba envolvendo Joyner nessa aventura, tirando-o de sua rotina e zona de conforto.
Juntos, eles se envolvem em várias situações de perigo, e escapam de formas inusitadas e até impossíveis.


O elenco ainda conta com Paul Aaron (Breaking bad) como Phil, Amy Ryan como a agente Pamela Harris, Danielle Nicolet como Maggie e a participação especial de Melissa McCarthy.

O filme é mais uma típica comédia americana, com elementos já conhecidos, como o aluno popular, a garota mais gostosa da escola, o que sofre bullying, e o aluno negro engraçado. Obviamente o roteiro não  tem profundidade ou uma história complexa, é um filme para desestressar.
A sintonia da dupla Dwayne e Kevin é demais, comprovada no final, com os erros de gravação que são exibidos, arrancando várias risadas do público.


Para finalizar, Dwayne mais uma vez mostra ser um ator melhor em um papel pastelão musculoso de comédia, como em A fada do dente, do que em alguns filmes de aventura ou ação, como o fatídico O Escorpião-Rei.

É o tipo de filme para sair com a galera e se descontrair no meio da semana.
Não perca a dupla Stone e Joyner, no serviço secreto mais indiscreto.







Polly Wannele é nordestina, arquiteta, viajante, cinéfila, leitora e viúva de Han Solo. É uma Jedi, mas todos falam que é uma Sith por ter gênio do capiroto.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook