Cinema

As 3 piores adaptações de jogos para o cinema

Podia ser épico, podia ser sensacional, milhares ficaram ansiosos pelo resultado final, e acabaram com um cogumelo roxo.


Não é de hoje que o cinema tenta inovar e trazer conteúdo diferenciado para o seu público, porém,  entre muitos acertos acontecem alguns deslizes de percurso e se tornam verdadeiros clássicos da 7º arte.

Sendo assim escolhemos os 3 piores filmes baseados em games da história. E foi a nossa redação quem deu o veredito do pódio que você confere agora.

 4º - (Menção Honrosa) Lara Croft: Tomb Raider


Antes de falarmos sobre as piores adaptações é imporante ressaltar uma que pode não ser considerada excelente mas que foi de extrema importância para as posteriores. Lara Croft, quem não conhece não deve ter jogado nenhum console nos últimos, sei lá, 20 anos! Heroína, Arqueóloga, Caçadora, não importa Lara era exemplo de perfeição nos games e Angelina Jolie fez o máximo para traduzir isso nas telonas. O enredo é sofrível,  os efeitos especiais são meia boca e a fotografia é no máximo ok, por esses motivos o longa foi bastante contestado pela crítica e merece figurar na nossa lista. Mas por ser pioneiro em sua área o longa ainda é bem visto pelos fãs.

3º Lugar Tekken


Tekken não é a série de jogos de luta mais vendida de todas por acaso, o jogo é simples de se jogar, porém, a vitória necessita de uma estratégia que os seus concorrentes não conseguiram embutir. O jogo é ótimo e o filme? O filme é muito ruim. Simples assim, mesmo que você goste dos games e tenha achado o figurino dos personagens bem fiel e as suas piruetas bem acrobáticas, não tem como achar o filme aceitável.


O elenco não possui grandes nomes e alguns estavam lá apenas para receber o cheque. A família Mishida até tenta ser representada na trama mas crítica e fãs entraram em acordo dessa vez. Os cenários são pobres e tentam empurrar uma tecnologia que não se encaixa. As piruetas ficam repetitivas (como no jogo) e perdem a graça com o tempo. O filme aliás nem foi lançado nas telonas, foi direto para DVD. Mas os figurinos são um deleite, vamos focar nisso.

2º Lugar DragonBall Evolution

Daí você está lendo a matéria e pensa: " Dragon Ball? Mas Dragon Ball não é desenho?" Calma. A gente sabe que a franquia é famosa pelas temporadas do anime e do mangá, porém, durante a idealização do roteiro do filme DragonBall Evolution foi-se dito que o filme seria uma mistura da versão animada com os jogos de luta, como se Tekken, The King of Fighters e Mortal Kombat não tivessem mostrado que isso podia não funcionar.


A história toda foi adaptada para ser um tanto "americanizada" o que não foi bem visto pelos fãs, mas os problemas não acabam aí,Justin Chatwin não conseguiu protagonizar um bom papel como Goku, faltaram uma atuação digna do que os mangás traziam. Sem contar que a parte cômica que Goku cria pelo seu jeito desligado, não existiu. O ator até tem potencial e mostrou isso depois fazendo boa atuação na série Shameless.


Como todo filme ruim o enredo é terrível e previsível, o que não deveria acontecer com uma franquia rica em historias excelentes e cheias de conteúdo.  Goku sai de casa para uma "festinha" e na volta acaba vivenciando a morte de seu avô em seus próprios braços o fazendo se sentir culpado por ter saído e deixado seu ente querido sozinho no momento em que ele mais precisava ... troque os personagens de sucesso por atores comuns e a história poderia ser da Hanna Montana. Enfim, quem sabe da próxima.

1º Lugar Super Mario Bros.


O campeão das adaptações horrendas é um clássico, e não é o mesmo clássico estilo E o vento levou, é um clássico exemplo de muito dinheiro, uma ótima ideia e uma execução desastrosa. Os adversários até travaram uma disputa acirrada mas Super Mario Bros. da Hollywood Pictures ganhou o troféu de Ouro de lavada. Vamos começar com o que tinha de bom, que se ... talvez se considerar ... analisando ... pensando bem ... não teve nada que pudesse salvar, nem o pôster! A foto que deveria chamar a atenção do público estava toda errada em escala e totalmente fora do que o encanador mais famoso do mundo transmite. Na realidade o filme todo foi utópico, o próprio elenco disse repetidas vezes que a direção do filme queria um tipo de filme e a produtora outro, o que não ajuda nada na construção de um longa (Batman Vs Superman que o diga).


A maior curiosidade de todas fica com Luiggi. O irmão bigodudo de roupa verde (aliás as cores  no longa ficaram bem sem graça) foi interpretado por John Leguizamo que ia trabalhar bêbado, simples assim, agora dá para entender a "queda" na qualidade do filme.

Se o filme já não fosse todo estranho a aparição de Bowser consegue deixar tudo pior. Dennis Hopper até seria um ótimo Bowser mas o prêmio framboesa de Ouro deveria ir para a maquiagem dele. Colocar uns chifres na cabeça do Bowser não faz dele o Bowser. Até tentaram explicar que ele era meio humano meio lagarto, porém, não foi a melhor escolha. A imagem do lagarto sequestrador dos games com presas, garras e cascudo podia não funcionar direito no filme mas a alternativa definitivamente não encaixou.


Super Mario Bros. não convenceu a crítica nem os fãs arrecadando cerca de U$$ 20 milhões de dólares enquanto gastou mais de US$ 40 milhões . Tudo deu errado, isso porque nem comentamos sobre a princesa, o pai cogumelo da garota ou o enredo, certamente o garoto propaganda da Nintendo merecia um filme a altura da sua importância, e ainda esperamos que um dia isso aconteça.
Parrilha escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook