Cinema

Mel Gibson pode dirigir Esquadrão Suicida 2

O longa ainda não começou a ser gravado e não tem previsão de lançamento


O martelo (não do Thor, pois estamos falando da DC), pode ser batido a qualquer momento. É o que garante a revista Variety sobre a escalação do novo diretor para o filme Esquadrão Suicida 2. Segundo a publicação, a Warner aguarda apenas um 'sim' do ator para confirmar Mel Gibson como o diretor dos vilões que nós amamos odiar.

O boato começou com a revista The Hollywood Reporter, que publicou nesta terça-feira, 13 de fevereiro, informações que afirmavam a conversa do estúdio com o ator. Na ocasião, Gibson foi procurado, mas não respondeu as perguntas.

Contudo, o que antes era um boato se confirmou através da revista Variety, que em entrevista ao ator conseguiu a confirmação das conversas entre as partes. "Ainda é um primeiro encontro, estamos conversando", afirmou Gibson.


A Variety vai além. Alegando fontes confiáveis de dentro do estúdio, a Warner estaria esperando apenas que Gibson avaliasse o projeto e desse sua resposta para o anúncio oficial. "Ele é o favorito para o cargo, mas há outros nomes cogitados caso ele diga não", disse uma fonte à revista. Os outros nomes considerados são: Ruben Fleischer (Zumbilândia), Daniel Espinosa (Protegendo o Inimigo) e Jonathan Levine (Meu Namorado é um Zumbi).

David Ayes, responsável pelo primeiro filme do Esquadrão Suicida, não está na páreo para o posto. O diretor está envolvido em outro projeto para o estúdio: o filme Gotham City Sirens, que abordará a vida de algumas vilãs do Universo DC, como Arlequina, Mulher-Gato e Hera Venenosa.
Diego Piovesan escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook