Animes

O que você precisa saber antes da volta de Attack on Titan

Segunda temporada estreia dia 1º de abril



Depois de um hiato de quase quatro anos desde a estreia do primeiro episódio de Attack on Titan (Shingeki no Kyojin, no original), a notícia da estreia da segunda temporada (você pode ver o trailer aqui) pegou alguns fãs desprevenidos. Pensando nisso, resolvemos enumerar os atos mais importantes da história, para deixar no clima os fãs que foram pegos de surpresa (e os que não foram também!). Prepare seu manto da tropa de exploração!

 Ato 1: A queda de Zhinganshina

Quando a história se inicia, a humanidade já é uma espécie em extinção que vive dentro de muralhas, que isolam os seres humanos dos temíveis titãs, uma misteriosa raça de humanoides gigantes que devoram pessoas.  Nosso protagonista, Eren Jaeger, anseia por saber o que há por trás das muralhas, mas essa é uma liberdade oferecida somente à Tropa de Exploração, a única divisão do exército que faz excursões para fora da muralha com intuito de descobrir mais sobre os titãs.



Eren vive na cidade de Zhiganshina, na extremidade da muralha, junto com seu amigo Armin Arlert e sua amiga Mikasa Arckerman, uma espécie de irmã de criação. Ao longo da história, descobrimos que Mikasa é uma órfã com um passado trágico e sangrento, e por causa desse passado foi acolhida pela família de Eren. Desde então, Eren é a pessoa mais importante do mundo para Mikasa. O trio de amigos, e todos dentro da muralha, vivem tão calmamente que a humanidade quase é capaz de esquecer os titãs. Quase. Em um dia como qualquer outro, um titã avança contra a muralha, com a ajuda do titã colossal. Sua alcunha deriva, claro, de seu tamanho descomunal: enquanto muitos titãs têm entre 5 e 15 metros, o titã colossal conseguem ultrapassar os 50 metros de altura da muralha. Aterrorizados, os cidadãos entram em pânico e a cidade vira um caos. Nesse inferno, Eren vê a mãe ser comida por um titã, enquanto seu pai misteriosamente desaparece. Todos que foram encontrados com vida foram forçados a sair da cidade e se tornaram refugiados. A fome se torna um problema tão grande que várias pessoas foram exiladas para fora das muralhas e se tornaram comida de titã. Órfãos e amargurados, Eren, Mikasa e Armin decidem se juntar ao exército para retomar seu mundo.

Ato 2: a retomada da humanidade

Cinco anos se passam depois da queda da muralha e nossos protagonistas tem se esforçado incansavelmente para adquirir habilidade para batalhar contra os titãs. Eren se tornou o cadete mais agressivo e obstinado do programa, enquanto Armin se tornou um estrategista excepcional e Mikasa se tornou a cadete que mais se destacou.


É a partir daqui que conhecemos a maioria dos personagens secundários do anime, os recrutas da turma de Eren, Armin e Mikasa que os acompanham em batalha. Entre eles estão o orgulhoso e antagonista Jean Kirstein, o simpático Marco Bott, a distante Annie Leonhart,  o extrovertido Connie Springer, a atenciosa Krista Lenz com sua misteriosa amiga Ymir, a gulosa Sasha Braus e os amigos Reiner Braun e Bertolt Hoover, segundo e terceiro lugar no ranking de destaque, logo atrás de Mikasa. Juntos, os cadetes da 104ª divisão de treinamento se graduam e se preparam para o inevitável ataque de outro titã.

Ato 3: A batalha de Trost


Logo após a graduação, os titãs avançam com outra ofensiva, mais uma vez com a liderança do titã colossal. Os cadetes, infelizmente, são trucidados em algumas horas. Até mesmo Eren, ao tentar salvar Armin, é desmembrado e devorado por um titã. Mas esse não é o fim de Eren. Em seus momentos finais, ele descobre que é capaz de se transformar em titã ao derramar seu sangue em um momento de raiva. Eren, então, dizima os outros titãs antes de voltar a sua forma humana, dando uma chance dos cadetes reverterem o jogo.  Obviamente isso resulta em medo e suspeitas, mas Eren consegue sobreviver ao interrogatório do exército oferecendo como ferramenta em sua forma titã e, por isso, o comandante Dot Pixis requisita que Eren use sua força de titã para fechar o buraco na muralha Rose.



Ainda sem dominar bem sua forma de titã, Eren concorda em ajudar sob a condição de ser escoltado por Mikasa e Armin, junto com os membros de elite da Tropa de Exploração. Liderando a missão está o enigmático Capitão Levi, que não confia na habilidade de Eren. Nesse regimento também está Hange Zoë, que tem uma fascinação mórbida em estudar os titãs. Graças aos esforços gerais, Eren foi capaz de fechar o buraco na muralha Rose. Infelizmente, em sua forma titã Eren quase matou Mikasa durante a missão, o que fez com que ele ficasse temeroso sobre confiar nesse poder. Depois da batalha de Trost, Eren foi julgado num tribunal, onde ficou decidido que ele continuaria vivo se vigiado pela Tropa de Exploração. Por causa disso, Armin e Mikasa também se juntam à Tropa de Exploração, junto com outros cadetes da turma.

 Ato 4: a titã fêmea

Enquanto treina com a Tropa de Exploração, Eren aprende sobre dois titãs que Hange capturou para estudar. Contudo, um traidor misterioso mata os dois titãs, para impedir que descubram mais sobre esses monstros gigantescos, e foge para fora da muralha. Em busca do traidor, nossos heróis se preparam para uma expedição para descobrir mais sobre a verdadeira natureza dos titãs, que Eren acredita estar escondida no porão de sua casa em Zhinganshina. Não muito depois de saírem da segurança da muralha, a Tropa de Exploração se depara com a titã fêmea em fúria.



Depois de claramente demonstrar ter inteligência humana, a Tropa de Exploração conclui que a titã fêmea também deve ser um humano com poderes de transformação, assim como Eren, que parece ser quem ela estava caçando. Mesmo com as habilidades de Mikasa e Levi e a força de Eren em sua forma titã, a titã fêmea acaba fugindo, deixando a tropa desmoralizada, a fazendo voltar da excursão de mãos vazias. Armin e Mikasa, por sua vez, tinham suspeitas sobre a identidade da titã fêmea que se mostraram certeiras: a titã era a cadete Annie Leonheart, que admite a verdade e luta com Eren, os dois usando suas formas titã. Prevendo a derrota, Annie cristaliza seu corpo para fugir do interrogatório.  A primeira temporada se encerra deixando certas incertezas no ar. Fica claro que outros humanos que conseguem se transformar em titã se infiltraram no exército e, diferente de Eren, eles não estão do lado da humanidade. No fim da temporada, é mostrado um pedaço da parede da muralha caindo, revelando o rosto de um titã no interior da muralha. Aparentemente, se fora das muralhas já é perigoso, dentro das muralhas também é.

E agora, o que esperar?

Para os leitores do mangá, muitas das dúvidas que ficaram no ar no fim da primeira temporada de Attack on Titan já foram respondidas. Nessa temporada, é possível que a identidade de alguns dos titãs com inteligência sejam reveladas, especialmente as dos titãs colossal e encouraçado. Por outro lado, é preciso avisar que a questão mais agonizante, “o que há, afinal, no porão de Eren?”, talvez não seja respondida. Ficou bastante implícito que a injeção que Grisha, pai de Eren, injetou em seu filho é claramente o que permite que Eren se transforme em titã e que a explicação para isso está no porão. Embora o mangá já tenha chegado ao ponto em que tudo isso foi explicado, é possível que essa temporada do anime não chegue até esse ponto.  Mesmo assim, há muitas outras reviravoltas na trama que fazem a espera ter valido totalmente a pena.
Marcela Souto escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook