Cinema

Star Wars: Adam Driver recusa confraternização com Mark Hamill

Levando a sério sua atuação em "Os Últimos Jedi", Driver está evitando Hamill


Se tem uma coisa que Star Wars conseguiu fazer tão bem quanto adquirir milhões de seguidores pelo mundo, certamente foi desenvolver boas relações entre os atores de seu elenco. Entre alguns exemplos podemos citar a amizade de Daisy Ridley e John Boyega, o companheirismo de Ian McDiarmids sendo praticamente o tutor de Hayden Christensen, e toda a relação carinhosa de Mark Hamill e Carrie Fisher.




No entanto Adam Driver parece estar querendo romper um pouco com isso, já que tem evitado convites sociais com Mark Hamill, considerando que isso possa prejudicar a construção do seu personagem nas telonas. Driver, conhecido por interpreta Kylo Ren, parece carregar um forte compromisso mais com sua atuação do que quaisquer outras coisas, já que seu personagem é o responsável pela morte de Han Solo, o exílio de Luke Skywalker (aparentemente) e até agora é o principal antagonista da nova trilogia.

Em conversa com a Vanity Fair, Mark Hamill, que interpreta o antigo herói Luke Skywalker, falou sobre tentar confraternizar com Driver após as filmagens de "Star Wars: Os Últimos Jedi", ao que este recusou o convite. O ator tem se mostrado notoriamente intenso, preferindo - segundo ele mesmo - manter seus papéis “o mais pessoais possível”. Isso pode ser visto já que enquanto Driver fala abertamente do processo de interpretação dos outros personagens, prefere manter em oculto quando o assunto é em relação a Kylo Ren.

"Ele é muito temperamental e intenso. Eu me lembro de falar para Adam, ‘Eu não sei o seu trabalho ou o seu processo de trabalhar. Mas, em algum ponto, você era meu sobrinho. Eu provavelmente te carreguei no colo. Eu provavelmente agi de babá algumas vezes pra você. Existe aquele lado, e agora nós somos dois alienados da família Skywalker. Tudo que estou sugerindo é, se você gostar, poderíamos sair pra almoçar juntos, podíamos conversar e passar um tempo em comum'”, disse Hamill.

Pode ser que a grandiosidade do projeto leve Driver a levar tão serio o papel de solitário, mas o fato é que no próximo filme teremos o encontro de Kylo Ren com seu tio Luke Skywalker, e nem é preciso dizer o quão grande será a pertubação na Força.

Star Wars: Os Últimos Jedi chega os cinemas dia 14 de dezembro de 2017. 

Fonte: Comic Book 

Áquila Braga escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook