Séries

Crítica: a estréia de O Jardim de Bronze na HBO

O Jardim de Bronze: Um desaparecimento, sem rastros e sem suspeitos


O Jardim de Bronze estreou no último domingo (25/06) às 21h no canal pago HBO, trazendo a adaptação de um livro argentino para a TV.


El Jardín de Bronce é um best-seller argentino do autor Gustavo Malajovich, sem tradução ainda para o português, que é responsável pelo roteiro da série junto com Marcos Osorio Vidal.

A série conta o drama do arquiteto Fábian Danubio (Joaquín Furriel), que tem sua filha Moira como desaparecida junto com sua babá. O piloto da série traz o pontapé de toda trama com o desaparecimento de Moira, e os personagens que estarão envolvidos, como os oficiais Mondragón e Blanco.

Moira, Lila e Fábian
O cenário principal é a cidade de Buenos Aires inserida de forma real, fugindo dos pontos turísticos clichês, mostrando exatamente a rotina e o dia de dia de pessoas comuns com suas famílias, amizades, trabalhos...uma abordagem inteligente que permite que o drama do personagem seja vivenciado de forma mais intensa pelo espectador.

Fábian em meio a rpopular Buenos Aires
Aparentemente a série também trará a questão das gangues urbanas, a falta de recursos e a corrupção na polícia, e as diferentes formas de investigação quando um detetive particular entra na história, trazendo um gancho para a exclusão social, tão presente nos países latinos.

A série dosa muito bem o drama e o suspense, inflamando a curiosidade com a investigação, sem deixar de abordar o caso sério que é uma criança desaparecida, mas não tornando as cenas de drama pesar no roteiro. Sendo assim, consegue prender a atenção do público do começo ao fim.

A série é dirigida por Hernán Goldfrid e Pablo Frendik, com oito episódios nessa primeira temporada com duração de 60 minutos cada um.

Veja o trailer oficial, e não perca o próximo episódio de O Jardim de Bronze.


Polly Wannele é nordestina, arquiteta, viajante, cinéfila, leitora e viúva de Han Solo. É uma Jedi, mas todos falam que é uma Sith por ter gênio do capiroto.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook