Séries

HBO planeja criar série de Watchmen

Famosa obra de Alan Moore está sendo negociada para chegar a TV.

Watchmen, uma das obras mais promissoras e cultuadas criada por Alan Moore e Dave Gibbons, pode estar muito perto de ganhar uma versão para série de TV pela HBO. Segundo informações da The Hollywood Reporter, o diretor Damon Lindelof (conhecido pela direção de The Leftovers e Lost) está em negociações com a emissora para dirigir e ajudar a escrever um roteiro para a nova adaptação da HQ.




Em entrevistas antigas, Lindelof já havia revelado ser um grande fã de Watchmen: "Desde os flashbacks até a narrativa não-linear até os heróis profundamente imperfeitos, estes são todos os elementos que eu tento colocar em tudo o que escrevo". Vale lembrar que em 2009, os quadrinhos ganharam uma versão cinematográfica sob a direção de Zack Snyder. A HBO ainda está em negociação com a Warner Bros., que ainda possui os direitos de adaptação da obra.

Publicada originalmente pela DC Comics entre 1986 e 1987 em doze edições, Watchmen é considerada um marco importante na evolução dos quadrinhos, introduzindo abordagens e linguagens vistas antes somente em obras alternativas, além de lidar com uma temática bem mais madura.

A trama é situada nos EUA de 1985, onde aventureiros fantasiados (os chamados "super-heróis") são retratados como indivíduos verossímeis, enfrentando problemas éticos e psicológicos, lutando contra neuroses e defeitos. Com contexto voltado para o período da Guerra Fria (onde os americanos estão perto de declarar uma guerra nuclear contra a União Soviética), a trama oferece diferentes visões a cerca do grupo, além do passado e presente dos mesmos com eventos que circundam o misterioso assassinato de um deles.
Fonte: Variety
Áquila Braga escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook