Cinema

Crítica: Além da Morte - Potencial desperdiçado

Longa não decide o que quer e acaba sendo um emaranhado de conceitos.

Além da Morte é um filme que pode ser considerado uma "reimaginação", talvez uma adaptação, do filme Linha Mortal de 1990. Em inglês ambos se chamam "Flatliners", porém por algum motivo, o título em português sofreu esta alteração.


Nos anos 90, Linha Mortal teve um relativo sucesso e críticas relativamente positivas, mas ainda sim, em sua própria época recebeu suas críticas negativas. Além da morte sofre de um problema um pouco diferente, e em vez de melhorar ou honrar a experiência, consegue entregar um fiasco, um filme perdido e com um potencial desperdiçado.

A premissa de ambos os filmes é relativamente simples, alguns estudantes de medicina decidem explorar a vida após a morte, matando alguns deles por um tempo e os ressucitando logo em seguida, experiência que gera consequências horrendas para o grupo. No filme original isto tinha um caráter majoritariamente espiritual, enquanto na refilmagem uma camada científica é adicionada.

Elenco principal do filme





A protagonista do filme é Courtney (Ellen Page) que após uma experiência traumática recruta alguns estudantes de medicina (que em sua maioria aceitam rápido demais a experiência) para descobrir o que existe "além da morte". A premissa parece promissora, poderia levar a algum lugar, mas gera mais dúvidas do que respostas, e não faz isso de maneira positiva.

Raso


O roteiro parece preguiçoso, tirando a protagonista, não dá tempo para a devida inserção dos personagens e suas motivações, o que acaba gerando a união do grupo é muito mais o acaso, do que algum laço de amor e amizade propriamente, fato que mais tarde no filme, faz o espectador duvidar da importância que os personagens dão um ao outro.

Além de personagens pouco empáticos, o roteiro tenta ser expansivo demais, a ida e volta da morte, gera algumas habilidades especiais aos personagens, conceito explorado durante 10 minutos do filme e totalmente ignorado logo depois, a impressão que fica é que a direção desistiu de utilizar o conceito mas manteve as cenas do filme.

Ellen Page em mais uma boa e mal aproveitada atuação








Entrelaçando tudo isso, a história que inicialmente prende o espectador, que alimenta sua curiosidade, vai lentamente perdendo apelo, já que falta um propósito claro ou caminho no filme.

Terror Barato


O longa se propõe ao terror em algumas de suas sequências, que começam a se repetir diversas vezes para abarcar os traumas de todo elenco, gerando cenas que por mais que tenham um visual interessante, são extremamente previsíveis, os "jumps-cares" são colocados inúmeras vezes em momentos que é possível se perceber um padrão, gerando um susto "forçado", ao invés da criação do suspense que culminasse no medo ou susto.

Uma das tentativas de terror do filme




Bom Elenco


As críticas negativas supracitadas destoam de um elenco bem capaz que participou do filme. Ellen Page, Diego Luna, Nina Dobrev, entre outros se entregam aos personagens e têm certa química entre eles, apesar de serem rasos e pouco empáticos para o público final, alguns momentos de alívio cômico e relação entre eles são agradáveis.




Tenta ser muito, acaba sendo pouco


Juntando a tentativa de explicar habilidades especiais, experiências pós-morte, maldição, motivações pessoais e  dar um fim para cada personagem, o ritmo do filme vai caindo ao passar dos minutos, culminando em um fim preguiçoso, que não gera clímax, que falha em justificar suas próprias propostas.

Conclusão


Apesar dos diversos pontos negativos acentuados, Além da Morte consegue entreter de algum modo durante a maior parte de sua duração, o esforço dos atores em tentar tornar tudo credível não pode ser esquecido, só não espere exercitar o cérebro em alguma questão ou ter alguma resposta. Parece ser o filme ideal para ser visto no máximo em um domingo a tarde, e de modo algum em uma sala de cinema.

Ficha Técnica


Nome: Além da Morte
Nome Original: Flatliners
Origem: EUA
Ano de produção: 2017
Lançamento: 19 de outubro de 2017
Gênero: Drama, Horror, Sci-Fi
Direção: Niels Arden Oplev
Elenco:  Ellen Page, Diego Luna, Nina Dobrev

Murilo Henrique Sanches escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook