Cinema

Crítica: A grande jogada e a aposta de Aaron Sorkin

Filme retrata a história da ex-esquiadora que se envolveu no mundo do pôquer


Está chegando aos cinemas o primeiro longa dirigido pelo roteirista conhecido pelo filme A rede social, Aaron Sorkin. Conhecido por escrever diálogos rápidos e chamado constantemente pela crítica de roteirista verborrágico, o roteirista veterano se arrisca e dirige seu primeiro filme contando a história de uma ex-atleta que se envolveu com o mundo do pôquer.


O filme conta a história de Molly Bloom, uma ex-esquiadora que, após uma lesão, resolve ir para Los Angeles e trabalhar como garçonete. A história não é linear ou cronológica, mas é narrada pela voz da atriz principal Jessica Chastain e essa narração dá um bom ritmo ao filme, como se estivéssemos lendo o livro que foi adaptado e traz também uma humanização à personagem.

De início vemos como Molly foi encontrada por  um produtor, que ela chama de Dean Keith, um dos nomes que a mesma não quis revelar no livro. O produtor e organizador de jogos de pôquer logo apresenta à Molly suas noitadas com jogos que contavam com famosos, grandes empresários e nomes importantes de diversos ramos (inclusive especula-se que na vida real Ben Affleck, Leonardo DiCaprio e Tobey Maguire eram alguns desses nomes).

Além de ditar o ritmo do filme, a narração ajuda também nas partes mais complicadas do pôquer, o que deixa o filme muito interessante para alguns e talvez um pouco cansativo para outros.


Os já conhecidos longos diálogos de Sorkin são muito bem executados e interpretados por Jessica e Idris Elba, que se destaca em uma cena mais para o final de forma brilhante interpretando o advogado que assumiu o caso da princesa do pôquer.

O diretor faz uso de cenas de cortes rápidos, fazendo lembrar um pouco A rede Social. Após escrever diversos roteiros, Aaron Sorkin tentou deixar sua marca como diretor também e apesar de algumas falhas com os cortes, que foram em sua  maioria acertos, ele parece ter conseguido realizar a tarefa.


A grande jornada é um bom entretenimento com uma boa história sobre sucesso e fracasso, a protagonista foi excelentemente interpretada (Jessica foi indicada ao Globo de ouro como Melhor atriz) e, ao invés de sairmos taxando a anti-heroína Molly como gananciosa ou ambiciosa, acabamos nos afeiçoando pela personagem. Sorkin merece os elogios que vem recebendo e concorre novamente ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado.


Ficha técnica


Nome: A Grande Jogada
Nome Original: Molly's Game
Origem: EUA
Ano de produção: 2017
Lançamento: 22 de Fevereiro de 2018
Gênero: Drama, Crime, Bibliográfico 
Classificação: 14 anos
Direção: Aaron Sorkin
Elenco: Jessica Chastain, Idris Elba, Michael Cera, Kevin Costner, Brian d'Arcy James, Bill Camp, Chris O'Dowd 
Lais Tigre escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook