Séries

All Of Me - Grey's dá adeus à sua 14ª temporada e dois de seus protagonistas

"Todas as linhas no meu rosto contam uma história de quem eu sou. Tantas histórias de onde estive e como que cheguei agora onde estou."


Eu realmente não sei começar esse texto. Tem tanta coisa que eu dizer sobre isso, mas vamos um passo de cada vez. No falta do que falar, melhor citar algo que pensei nos minutos que se passaram entre o fim do episódio e eu chegar em casa da faculdade para escrever esse texto: A vida é imprevisível, a vida é incrível, a vida, nas palavras da própria Meredith Grey, é uma linda bagunça.


Bem vindos ao último ato de Arizona e April. Se quiserem um acompanhamento para essa leitura, recomendo essa música aqui:


O que dizer... o que dizer...


Foi um season finale que poderia muito bem ter servido como series finale, salvo alguns pontos dramáticos. Foi o melhor finale que a série já teve nos últimos 5 anos. Uma despedida à altura do quanto a despedida de Sarah e Jessica impactou. Tanto é que meu feed no Instagram ficou lotado de posts só falando disso, só agradecendo os anos que se passaram na presença dessas duas coisas lindas. Eu me sinto bem por ter ganhado uma despedida bem produzida, embora, desde o início, eu queria que tal adeus nunca tivesse que existir, mas é melhor assim do que ficarem sem assunto para elas. Pois é, é a vida.

Mas um adeus não precisa ser triste. Pelo contrário, foi um episódio bem humorado devido a absurdos e casualidades da vida, acompanhados por uma bela dose de "Quem Nunca?". Quem nunca parou no lugar errado devido ao GPS (sim, praticamente todo mundo foi parar no casamento errado)? Quem nunca gritou por ajuda quando ficou preso acidentalmente em algum lugar (Jo e Alex não conseguiram esperar, foram fazer amor e ficaram presos em um armazém com um cadáver já decomposto)? Quem nunca beijou acidentalmente alguém? Pois é, é a vida.

O caso médico do "casamento errado", da mãe que sofreu um ataque cardíaco no casamento da filha, foi até bem construído e deu um destaque para Bailey nesse finale. Ver aquela mulher (Tisha Campbell-Martin, a Janet de Eu, A Patroa e as Crianças) quase morrer no casamento da filha e de como impactou Miranda, que seguiu normalmente sua vida depois do ataque cardíaco, até agora, como se aquilo fosse um sinal de que ela devia se afastar da papelada de chefe e assim o fez. Uma decisão sábia, embora poderia ter sido melhor apresentada e desenvolvida se não estivéssemos no finale. Às vezes medidas só são tomadas depois que algo acontece com outras pessoas e isso é totalmente normal. Pois é, é a vida.

Agora falemos do "casamento" Jolex


Se o casamento tivesse saído como planejado, não seria Grey's Anatomy, que, aliás, possuí um ótimo histórico com casamentos. Na falta do que falar, só posso citar Jo Wilson, aos choros de risos, pensando nessa situação: "Nós fizemos amor em um armazém ao lado de um cadáver no dia do nosso casamento". NADA DEMAIS. Mas sério, quem inventa de fazer amor em um armazém nitidamente caindo aos pedaços? Pra começo de conversa, quem inventa de fazer amor horas antes do casamento, arriscando sujar sapato, blazer, gravata, vestido, cabelo? NÃO TEM SENTIDO. E isso é hilário.

Bem, depois do atraso dos convidados e do sumiço dos noivos, o que poderia dar mais errado? Ah não, pera, a organizadora estressada teve uma reação alérgica, tiveram que fazer uma traqueostomia (abrir a garganta para ela respirar) e um dos internos desmaiou em cima do bolo quando viu o sangue jogando. Mas não antes de um bêbado Andrew DeLuca dar um beijo em Meredith Grey enquanto procuravam pelos noivos. Mais um casamento normal em Grey's Anatomy.

Já digo logo: Não, não, não, não, não, não, não, não, não, não, não,
não, não, não, não, não, não, não, não, não, não, não, não, não, não...

Falando sério, muito antes dessa bagunça toda, ainda teve o risco de Jo e Alex terem que se mudar de Seattle porque ela passou em uma bolsa acirrada em outro estado devido ao sucesso dos mini-fígados. Eu entendo a atitude da Mer em oferecer um emprego como staff no hospital para que eles não tenham que sair. Ela perdeu pessoas demais nessa vida e não queria ver mais ninguém partir. Isso pode ser visto como algo egoísta, mas eu escolhi ver como uma tentativa de evitar um adeus. Como Jackson mesmo falou no episódio 300 desse mesmo show, Meredith perdeu mais pessoas do que qualquer um julgaria justo.

Aquele com três casamentos simultâneos


Se você está ouvindo a música que te indiquei mais acima, você está ouvindo o mesmo cover que a produção escolheu para executar a cena final, com os três casamentos em cenas alternadas. O de Jo e Alex, o da paciente que citei mais acima e, SURPRESA, o de April e Matthew, que foi realizado ali mesmo na bagunça do que sobrou do casamento Jolex. Apesar de ser um fã declarado de #Japril (eternamente JAPRIL), foi bom ver Kepner feliz, casada, fora do ambiente hospitalar e ajudando comunidades carentes, o que encaixa muito bem com a personagem.

E pode ter sido somente uma desculpa do roteiro para encerrar a história quando a juíza que efetuaria o casamento Jolex chegou segundos depois do pedido de casamento Mapril, mas vamos só seguir em frente e aceitar que foi destino. Obrigado Sarah Drew por dar vida a alguém tão real, tão genuína, tão inesquecível como April Kepner. E pensar que quando você chegou, eu e todo um fandom te odiávamos. Nossa, como fomos idiotas. Pois é, é a vida.


Embora já sabíamos de seu destino uns 3 episódios atrás, ainda faltava uma última questão a respeito de Arizona e sua nova vida em Nova York que recebeu uma resposta. Calzona é endgame. Traduzindo, Callie e Arizona vão voltar e isso pode ser visto como algo bom. Mesmo com o complicado histórico do casal (gravidez de Callie com Mark, Arizona perdendo a perna, terapia de casal, adoção, divórcio, briga pela custódia, Callie se mudando pra NY e por aí vai...), eu quero acreditar que vai dar certo. Devaneio de um fã. Pois é, é a vida.

Voltando ao casamento de Jolex, sim ele aconteceu e não poderia ter sido num lugar mais especial: em uma balsa. Sabe, aquele mesmo veículo aquático que nosso eterno Derek usava nas primeiras temporadas sendo Meredith a oficializadora dessa união pelos poderes investidos a ela pela internet (assim como foi com Joey em Friends). Não podia ter sido alguém diferente dela. E olha que a ideia disso foi da Pierce. Espero de verdade que o casamento dê certo, até porque, como já disse nesse mesmo texto, Grey's tem um histórico interessantemente conturbado com casamentos.


Por fim, mas nunca menos importante, Teddy Altman voltou, ajudou a salvar a mãe do casamento "errado", vai ficar no lugar de Bailey como chefe de cirurgia interina e ela está grávida, provavelmente, do Owen. Como se já não tivéssemos que lidar com o triângulo amoroso formado por Jackson, April e Maggie, agora teremos mais um para termos que lidar.

Grey's Anatomy, que já foi renovada para a 15ª temporada, é exibido pelo Canal Sony.
Todas as 13 temporadas anteriores estão disponíveis na Netflix e a 14ª, provavelmente, chegará em setembro, que também é o provável mês de retorno da série para o próximo ano. 

Fui.
Gian Luca escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook