Cinema

Anima Mundi 2018: um pouco do que terá na mostra

O Anima Mundi 2018 está chegando com produções de diversos países, o evento acontece de 21 a 29 de julho no Rio de Janeiro e de 01 a 05 de agosto em São Paulo



O Anima Mundi 2018 está chegando. O evento acontece nos dias 21 a 29 de julho no Rio de Janeiro, e em 01 a 05 de agosto em São Paulo. A equipe GeekBlast conferiu algumas animações que fazem parte da mostra. O Anima Mundi 2018 é um evento democrático, que conta com a participação de artistas de diversas partes do mundo.

Guaxuma




A sessão começou com uma animação brasileira linda, mas que conta uma história bem triste. Guaxuma é uma animação híbrida, que misturou várias técnicas: animação com areia, stop-motion, pixelation, entre outras. Guaxuma apresenta uma narrativa sobre relações humanas. No caso pessoas que passam por nossas vidas, as que ficam, as que vão e as que deixam de existir.

Weekends



A segunda animação seguiu o tema da primeira e também falou sobre relações humanas. Nesse caso era a história de um garotinho que tem duas casas, pois seus pais são divorciados. O nome da animação é Weekends e mostra a diferença entre a casa da mãe, a week, e a casa do pai, a weekend. Mas no decorrer da animação as relações se transformam com a chegada e partida de amores na vida dos pais. Mais um desenho lindo com uma história triste. Poético, mas triste.

Animal Behavior



A terceira animação, Animal Behavior, utilizou a fábula para falar sobre as crises existenciais da vida adulta. Fiquei refletindo, será que todos os filmes vão ter essa pegada filosófica? Com muito humor a animação apresentou os problemas criados pela vida moderna, e como estamos procurando a solução em terapias e remédios controlados.
No meio teve uma animação que eu queria não ter assistido. Coragem. Vou pular essa. Mas para quem tiver estômago o nome é The Origin of Sound.

Happiness



Foi a animação que achei mais "fodástica". Happiness é uma animação que narra a  busca pela felicidade, por meio do consumismo desenfreado. Como se a felicidade estivesse engarrafada, ou disfarçada de eletrônico de última geração. Em uma das cenas o ratinho compra um carro e sai dirigindo rumo ao engarrafamento. A felicidade durou somente até a primeira parada. Para finalizar a busca pela felicidade engarrafada o ratinho se torna um alcoólatra. Mais uma história sobre relações humanas e buscas que não dão em nada. Já estava começando a ficar deprimida.

O que esperar do Anima Mundi 2018? Muitas produções narrando os dilemas da vida moderna. Muita experimentação visual e projetos fora da caixinha.

Karina E. da Costa escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook