Séries

Crítica - Insatiable série da Netflix

Insatiable série que foi lançada em 10 de agosto no Netflix estrelado por Debby Ryan e Dallas Roberts uma comédia de humor negro que não agradou









Insatiable a série da Netflix estrelada por Debby Ryan que causou furor antes mesmo de ser lançada por causa da petição para que a Netflix não lançasse a mesma no seu serviço de streaming,e já falamos sobre isso. Petição essa que sabemos foi ignorada com sucesso! Como sou uma pessoa corajosa e amo um desafio maratonei a primeira temporada. Segue o que achei desse emaranhado de histórias peculiares.


Patty (Debby Ryan), é uma adolescente que depois de levar um soco, permanece três meses internada com a boca costurada e perde algumas dezenas de quilos. Ao ficar magra decide se vingar de todas as pessoas que a trataram mal até o momento, e para isso decide participar de concursos de beleza e arrasar com as inimigas. Para tal feito, conta com a ajuda de seu advogado Bob (Dallas Roberts).

Insatiable é uma série de humor negro que possui os personagens mais problemáticos por centímetro de tela que já vi. Sério! Não tem uma pessoa sequer que não possua problemas sérios de caráter ou de aceitação. É um desfile de pessoas que faria Freud desistir da psicanálise por ser obrigado a fazer hora extra.

Vingança? Que vingança?


São tantas histórias diferentes sendo contadas ao mesmo tempo que a vingança ficou diluída no desfile de personalidades em conflito. O que atrapalha bastante a narrativa, uma vez que ao reunir tantos personagens complexos no mesmo quadro, fica difícil contar a história de cada um de maneira satisfatória. Em alguns episódios a solução foi colocar alguns personagens na gaveta e seguir o baile.

Patty, a personagem principal é chata em alguns momentos, pois ela acabou desenvolvendo uma personalidade obsessiva extrema. O que faz ela se comportar pior do que as pessoas que a magoaram no passado. Tinha episódio que eu torcia para ela cair de cara no salto.

Bob Armstrong, Dallas Roberts, o advogado e treinador de Miss que enxerga em Patty uma oportunidade de redenção tem um arco dramático tão cheio de reviravoltas que Patty acaba sendo ofuscada por ele. São tantas as nuances na história de Bob que ele sozinho já é um seriado. Entretanto, a série quis mais é falou de bullying, gordofobia, sair do armário, religião, magia negra, distúrbios alimentares, inveja, cobiça, egoísmo, workaholic, entre outros que… Aí! Cansei.

Acredito também que o tom da série ficou uma nota acima do aceitável, o que em alguns momentos torna os episódios indigestos. Mesmo assim me mantive forte e fui até o final para dizer What a hell?

Sei que se trata de uma comédia de humor negro, mas, o final foi tipo, estou tentando absorver ainda.

Enfim, a série tem alguns momentos engraçados, porém isso não foi o suficiente para disfarçar os problemas de narrativa e construção. E todos os outros que o politicamente correto me proíbe de mencionar.

E para você que está se perguntando se a série é mesmo gordo fóbica, eu recomendo assistir os 3 primeiros episódios e tirar suas próprias conclusões.


Ficha Técnica


Nome: Insatiable
Nome original: Insatiable
País: EUA
Data de estréia: 10 de Agosto de 2018 no serviço de streaming Netflix
Gênero: Comédia, Humor Negro
Classificação: 16 anos
Direção: Lauren Gussis
Elenco: Dallas Roberts, Debby Ryan e Alyssa Milano.
Karina E. da Costa escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook