Cinema

Crítica: Filme - Para todos os garotos que já amei

O filme Para Todos os Garotos que Já Amei romance adolescente baseado no livro da escritora Jenny Han, chegou na Netflix em 17 de agosto de 2018



Depois de meses esperando, desde que a Netflix anunciou o lançamento do filme. Finalmente, Para Todos os Garotos que Já Amei entrou no catálogo do serviço de streaming em 17 de agosto. O filme é baseado no Young Adult escrito por Jenny Han. Que eu baixei há anos e ainda não tive tempo de ler. 


Para Todos os Garotos que Já Amei é um filme sem grandes reviravoltas, um romance adolescente que narra as desventuras amorosas de Lara Jean (Lana Condor), uma adolescente que vê sua vida mudar quando as cartas que escreveu para os crushs do seu passado são enviadas.

Vou ser sincera, o filme é previsível, do começo ao fim você sabe o desfecho de Lara Jean. Para quem gosta de surpresas esse filme não é o caso. O ritmo da história é lento como viver no automático. O único ponto de virada, mesmo, é o envio das cartas, que é o motivo da história. Até aqui você sabe quem enviou as cartas.


Lara Jean é uma adolescente comum, inteligente, mas que devido morte da mãe precisou aprender a se virar muito cedo. Junto com a irmã mais velha ajuda o pai a cuidar da casa e da irmã mais nova. Lara Jean acredita ser uma pessoa comum, quase invisível. Mas no decorrer da história ela descobre que as coisas não são bem como ela imaginava.

Os desafios de Lara Jean


Assim que as cartas são enviadas os garotos que receberam procuram Lara para entender o que estava acontecendo. O primeiro a procurar Jean é Peter Kavinsk (Noah Centineo), depois de um encontro conturbado os dois fazem um acordo e fingem que é um casal, para que Peter provoque ciúmes na namorada. Já no primeiro encontro dos dois fica claro que Peter é a pessoa certa para Lara. Então nos próximos minutos que levam até o final do filme a gente se concentra em como eles vão perceber isso.


Para criar o “quase” triângulo amoroso do filme, temos o melhor amigo, vizinho e ex-namorado da irmã de Lara, Josh Sanderson (Israel Broussard), que tem uma personalidade parecida com a de Lara Jean. Talvez esse seja o motivo que levou Lara a acreditar que Josh é o cara certo. Assim mantendo um crush eterno por causa da irmã que resolveu se apaixonar pelo mesmo garoto.

Por se tratar de um filme baseado num YA (Young Adult – literatura para adolescente) a narrativa se concentra nos dramas que acontecem nessa fase. No qual os adolescentes precisam descobrir quem são e o que vão ser, uma vez que Lara está no último ano do ensino médio e em breve vai para a faculdade.

Enfim, Para todos os Garotos que Já Amei é um filme com uma história bonitinha, um elenco fofo, mas sem grandes momentos filosóficos. Um ok na escala John Green de entretenimento.


Ficha técnica


Nome: Para Todos os Garotos que Já Amei
Nome original: To All the Boys I’ve Loved Before
País: EUA
Data de estréia: 17 de Agosto de 2018 na Netflix
Gênero: Comédia dramática, Romance
Classificação: 14 anos
Direção: Susan Johnson
Elenco: Lana Condor, John Corbett, Noah Centineo, Janel Parrish, Israel Broussard, Andrew Bachelor, Emilija Baranac e Madeleine Arthur.
Karina E. da Costa escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook