Cinema

Vítima de crime sexual de ator de O Predador agradece posicionamento de Olivia Munn

Ao descobrir condenação sobre assédio de uma menor de idade, Munn exigiu o corte das cenas envolvendo o ator. A vítima agradeceu o apoio.



Em 2010, o ator Steven Wilder Striegel foi condenado a seis meses de prisão por assediar uma garota de 14 anos pela internet, situação em que Striegel tentou convencê-la a manter uma relação sexual com ele. Na época, ele tinha 38 anos.


Hoje, em 2018, o ator participou de um papel menor em O Predador, dirigido por Shane Black, de quem ele é amigo. Sua presença, no entanto, foi repudiada por Olivia Munn (X-Men: Apocalipse), que contracenou com Striegel. Após descobrir seu histórico, a atriz solicitou que o estúdio cortasse as cenas envolvendo-o.

A vítima, Paige Carnes, agora com 24 anos, entrou em contato com o Los Angeles Times agradecendo pela atitude de Olivia Munn e comentando sobre o caso.

Veja abaixo a tradução de sua declaração:

Meu propósito em fazer esta declaração é recuperar minha identidade.
Abuso sexual deixa as pessoas desconfortáveis. Deve lhe deixar desconfortável. Este desconforto é nada comparado ao sofrimento físico e psicológico daqueles que precisam lidar com isso.
Eu não pude falar por mim mesma quando tinha 14 anos. As consequências deste abuso são profundas e permanentes para alguns. Quando o abuso acontece com uma criança, é ainda mais difícil de superar. Você perde confiança em todos ao seu redor e principalmente em você. Seu abuso não lhe define. Com apoio de outros e força interior, você pode superar o rótulo de vítima e recuperar sua identidade.
Apoio pode vir em muitas formas. Algumas vezes, tudo que precisa é de uma pessoa falando por você, reconhecendo seu valor como ser humano. Sou extremamente sortuda por ter um pai e uma mãe que me amam incondicionalmente. Meu pai me apoiou em minha recuperação e crescimento em formas que não posso agradecê-lo o bastante.
Sou também eternamente grata pela ação de Olivia Munn. Ela falou por mim. Ela tomou uma posição por mim. Em troca, ela se posicionou por todos os que sofreram como eu sofri. Ser reconhecida por uma estranha, em uma plataforma pública, sobre este problema é incrivelmente empoderador. A resposta positiva das redes sociais em relação a Olivia Munn é inspiradora e soa incrivelmente apoiador para mim, pessoalmente.
Não tenho vergonha do que foi feito comigo. Não sou eu que precisa carregar esta vergonha. Meu nome é Paige Carnes, anteriormente Jane Doe.
Espero que qualquer um que tenha sofrido como eu reganhe sua voz e sua humanidade.
Sobre a escalação de Striegel, Shane Black admitiu que sabia de sua condenação mas viu que essa seria uma oportunidade para ajudar um amigo. No entanto, desculpou-se por não ter conversado com o elenco sobre o caso.

O Predador estreou no último dia 13 no Brasil. No elenco também estão Alfie Allen (Game of Thrones), Boyd Holbrook (Logan), Jacob Tremblay (Extraordinário), Sterling K. Brown (Pantera Negra), Thomas Jane (1922) e Trevante Rhodes (Moonlight - Sob a Luz do Luar).

Pedro Melo escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook