Cinema

Um dia com Hugh Jackman

Acompanhamos a coletiva de imprensa de Logan e tivemos a oportunidade de conversar com Hugh Jackman.


Neste domingo (19/02) aconteceu em São Paulo a coletiva de imprensa do filme Logan com o Hugh Jackman. Participei dessa coletiva e depois tive a oportunidade de conhecer ele pessoalmente em uma entrevista exclusiva onde eu poderia fazer uma pergunta diretamente ao ator.


COLETIVA DE IMPRENSA

Todos os jornalistas estavam empolgados, alguns até nervosos, mas Hugh descontraiu todos com seu jeito simpático de ser, respondendo à todas as perguntas com firmeza e praticamente com o texto decorado. Ainda que algumas perguntas fossem sérias, Hugh sempre trazia um jeito despojado nas respostas.

Um repórter levou uma rapadura para Jackman e também um desenho que sua filha fez.
Hugh surpreendeu à todos quando aceitou o presente na hora. Ele ainda acabou dando uma mordida no doce brasileiro e até brincou com a arte que recebeu, pois no desenho ele estava com o uniforme amarelo do Wolverine e o ator australiano nunca teve a oportunidade de ter usado-o em seus filmes.

Em uma de suas respostas, Hugh reforçou que o filme "não era sobre quadrinhos, mas sim sobre um homem". Como dissemos em nossa crítica, o ator tem toda razão. Ele também deixou bem claro que seu amor pelo personagem foi crescendo ao longo do tempo - quando ele recebeu o roteiro do primeiro filme dos X-Men, o australiano achou o personagem estranho. Porém, ao longo do tempo, ele foi descobrindo que Wolverine era "durão" mas, ao mesmo tempo, "doce", assim como a rapadura! (ele mesmo fez essa comparação). No geral, essa foi uma coletiva de imprensa de clima bem leve, mas também muito profunda.

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Chegou a hora, fui ao encontro com Hugh Jackman! Confesso que estava bastante nervoso. Ali, na minha frente, estava o Wolverine. Eu não sabia o que perguntar e ficava tentando achar a melhor pergunta. Quando entrei na sala onde seria a entrevista, Hugh se levantou e veio me cumprimentar.
Perguntou meu nome, e quando eu respondi que meu nome era Murilo, ele perguntou como soletrava. Eu soletrei e ensinei a pronunciar. Depois de me escutar, ele repetia "Murilo, Murilo, Murilo, Murilo". Depois dessa aula de simpatia, ele perguntou a minha idade e, com muita humildade, me deixou mais tranquilo para conhecê-lo melhor.

É agora! Eu posso fazer a minha pergunta para ele:
- Hugh, quem você imaginaria interpretando o Wolverine no futuro?
E a resposta foi:
- Ainda não consigo imaginar. - finalizou Mr. Jackman.

Lembrando que, em outra entrevista, ele citou o nome de Tom Hardy para o papel.

Hugh Jackman me pareceu bem tranquilo e trazia paz ao ambiente. Ele me remeteu mais ao ator de teatro musical do que ao astro de filmes de ação. Ele transmitia muita felicidade e orgulho pelo filme que fez, e também parecia bastante seguro - como quem sabe que tudo daria certo no final.



É isso aí! Aquele sou eu, Murilo - ao lado de Hugh Jackman.
Após a entrevista eu não pude deixar de pedir uma foto e é claro que Mr. Jackman brincou mais uma vez dizendo:
- You wanna take a selfie with me, right? (Você quer tirar uma selfie comigo, né?)
Eu sorri e completei:
-  Yes! Thank you! (Sim! Obrigado!)
E Hugh finalizou:
- Thank you, Murilo! (Obrigado você, Murilo)

No final, ele se lembrou do meu nome e me fez o cara mais realizado do mundo naquele momento.

Murilo Barroso escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook