Livros

Crítica: Saltimbanco - Marcelo A. Galvão

Conto sobre a vida circense, entrega suspense com reviravoltas


Um saltimbanco, que significa um integrante de um elenco de artistas populares itinerantes, que se exibem em circos, feiras e praças públicas do interior, é uma das antigas profissões que se perderam no meio da queda de popularidade das atividades circenses. O mundo do circo como um todo, vem cada vez menos sendo utilizado em livros, filmes e etc.


Se aproveitando desta temática, o conto Saltimbanco nos apresenta a história de Gapu, um garoto que deseja ser o saltimbanco mais engraçado do reino, para isso aproveita a oportunidade de ser discípulo de um dos melhores mestres do reino, Montani.

Uma sinopse que pode parecer muito genérica ou mesmo básica demais, que parece mostrar uma inocente vida circense, na verdade tem traços de terror e suspense. Somos apresentados a um Gapu sonhador que tem que lidar com os abusos de seu mestre Montani, abusos os quais são levemente descritos mas com grande peso dramático, que o faz refletir sobre a sorte ou o azar de estar em sua situação.

Apesar da vida dura, Gapu tem seu objetivo de se tornar o saltimbanco mais engraçado do reino, e ao encontrar com uma divindade pede que seu sonho se realize. O que ele não imagina é que divindades podem ter um senso de humor bem peculiar, e que sua inocência pode ter um preço caro.

O autor  Marcelo A. Galvão
Saltimbancos é um conto que fala de vontades e desejos, do cuidado ao se desejar algo, foi escrito por Marcelo A. Galvão, autor de Vida e morte do último astro pornô na Terra, e pode ser encontrado no formato ebook na Amazon.
Murilo Henrique Sanches escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook