Cinema

Crítica: Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar: Vilão melhor que o protagonista?

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar traz o melhor vilão da franquia


Já assistimos ao novo filme da franquia Piratas do Caribe, intitulado no Brasil de A Vingança de Salazar, com o retorno do Capitão Jack Sparrow, e o elenco original.


Capitão Jack Sparrow está no meio de uma maré de má sorte, se vê sozinho e claro, acabou o  rum. Para completar, um inimigo do passado desperta dos mortos, e vai navegar por todos os oceanos para se vingar de Sparrow.

Os Personagens

Johnny Depp veste o manto do seu icônico personagem pela quinta vez. Capitão Jack Sparrow, continua engraçado, bêbado, mulherengo, já falei bêbado? Esse é o ponto. É a atuação mais caricata do personagem, forçando demais a ressaca interminável. 

Hector Barbossa (Geoffrey Rush) terminou o filme anterior dominando os mares, porém mais uma vez se vê envolvido com Sparrow em uma aventura de vida ou morte. E que entrosamento desses dois. Grandes atores que carregam a franquia juntos desde o início.

Brenton Thwaites como Henry e Kaya Scodelario como Carina Smith são dois novos nomes que são essenciais para a história, e conseguiram manter a química com o restante do elenco.

Carina, Henry com o Capitão Jack Sparrow
Javier Bardem é o vilão Capitão Salazar, definitivamente o melhor vilão da franquia, rouba cena o tempo todo, com sua voz e caracterização. Deixando como coadjuvante o personagem de David Wenham, que faz parte da Marinha Inglesa.

Javier Bardem como Capitão Salazar
Nas participações especiais, temos Paul McCartney como tio Jack. Vamos combinar, Capitão Jack Sparrow soube escolher bem a família. Para quem não se lembra, Keith Richards (guitarrista dos Rolling Stones) fez duas participações como Capitão Teague, pai de Sparrow. E a volta de Orlando Bloom e Keira Knightley.

Da tripulação da trilogia, poucos participam desse novo longa. Entre eles o eterno Mestre Gibbs (Kevin McNally II) e o anão Martyn (Martin Klebba).

E antes que eu me esqueça, o personagem mais forte: a volta do Pérola Negra.

E a parte técnica...

Os efeitos especiais são essenciais na produção do filme, principalmente em tudo que envolve Salazar e sua tripulação de mortos, relembrando nesse ponto o primeiro filme da franquia, destaque para o navio. Foi usado também a mesma computação gráfica de Rogue One com a Princesa Leia, para fazerem um Jack Sparrow garoto.

Um jovem Jack Sparrow
Na fotografia o uso das cores é bem evidente, tanto no cenário quanto no figurino. Tons negros e terrosos estão sempre presentes próximo a Salazar e ao Capitão Jack. Em contrapartida, a paleta de cores usada na personagem de Kaya são claras e leves. 

Na trilha sonora, sai Hans Zimmer (responsável pelos quatro filmes anteriores) e entra Geoff Zanelli, com canções já conhecidas, e a delícia do som de um violino.

Apesar de grande fã do Johnny Depp e da franquia, Piratas do Caribe 5 manteve a mesma essência que os filmes anteriores, cenas de ação com literalmente tiro, porrada e bomba. Os piratas que compõe a tripulação são uma trupe engraçada que sempre roubam a cena, a primeira cena do longa que conta com uma tentativa de roubo, é hilária. Porém a atuação mais fraca de Depp como o pirata mais querido da Disney.

Capitão Jack Sparrow
Parte positiva, como citado anteriormente, o melhor vilão de Piratas do Caribe, a integração do passado e do presente do Capitão Jack Sparrow, e claro as surpresas com os personagens Will Turner e Barbossa.

Para quem é fã ou para quem não espera um filme complexo, vale a pena ver no cinema, principalmente com um vilão desses.

Ficha Técnica

Nome: Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar
Nome Original: Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales
Origem: EUA, Austrália
Ano de produção: 2016
Lançamento:  25 de maio de 2017 
Gênero:  Aventura, Ação e Comédia
Classificação: 12 anos
Direção: Joachim Rønning Espen Sandberg
Elenco:  Johnny Depp Kaya Scodelario Orlando Bloom Javier Bardem Brenton Thwaites Geoffrey Rush Golshifteh Farahani Kevin McNally Stephen Graham David Wenham 
Polly Wannele é nordestina, arquiteta, viajante, cinéfila, leitora e viúva de Han Solo. É uma Jedi, mas todos falam que é uma Sith por ter gênio do capiroto.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook