Cinema

Bryan Singer agradece Globo de Ouro de Bohemian Rhapsody pelas redes sociais

Devido a acusações de assédio, diretor foi demitido pouco antes da finalização do filme. Equipe que recebeu o prêmio não mencionou-o.


No domingo (6), a cerimônia do Globo de Ouro surpreendeu premiando Bohemian Rhapsody na categoria de melhor filme de drama, além de melhor ator. No entanto, nos discursos de agradecimento, não ouve menção ao diretor Bryan Singer, afastado da produção. Mas, ele agradeceu ainda assim: "Que honra. Obrigado", comentou no Instagram com uma foto sua dirigind
o o longa.


Seu afastamento se deu pouco antes da finalização da produção. De acordo com o Movieweb, diversas acusações de assédio sexual vieram à tona durante as gravações, colocando o filme no centro de polêmicas. Além disso, atritos com Rami Malek, intérprete de Freddie Mercury no longa, seriam frequentes. De acordo com o estúdio, sua demissão e substituição por Dexter Fletcher se deu por falta de profissionalismo. Já a equipe, quando questionada sobre Singer na premiação, foi evasiva.

Em tempos onde assédio e abuso sexual na indústria de entretenimento são tão discutidos, houve reação negativa de parte do público à premiação de um filme assinado por alguém tão envolvido com acusações. A recepção mista da crítica, com aprovação de 62% no Rotten Tomatoes e média de 49 no Metacritic, também foi apontada pelos que discordam do prêmio.


Pedro Melo escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook