Cinema

Crítica | Poderia Me Perdoar?

Melissa McCarthy está impecável na atuação que lhe rendeu uma indicação ao Oscar 2019

O novo filme de Melissa McCarthy (Missão Madrinha de Casamento, 2011), como protagonista, acerta em pontos estratégicos para se tornar um filme reconhecido não somente pelo público, mas também pelos grandes prêmios do cinema.


Escrito por Nicole Holofcener e Jeff Whitty, o roteiro é uma adaptação do livro Can You Ever Forgive Me? (sem tradução para o Brasil) escrito por Lee Israel; uma autobiografia em que a autora conta sobre o período que falsificou e comercializou cartas de escritores famosos.


Lee Israel (Melissa McCarthy) se encontra em uma péssima posição, sem emprego e desacreditada do seu trabalho pela sua própria agente, a escritora está sem dinheiro até para levar sua gata ao veterinário. Desesperada, encontra uma oportunidade de ganhar dinheiro fácil com as cartas falsas.

Por um acaso ela se reencontra com Jack Hock (Richard Esterhuysen Grant, Dr. Rice em Logan, 2017), um velho malandro das ruas de Nova York que ganha vida por meio das oportunidades que aparecem (nem sempre licitas). Os dois personagens são outsiders, desajustados, impopulares, afrontosos; características que afastaram deles amigos, familiares, affairs e empregos.

Como são pessoas únicas e de personalidade forte, a amizade surge de uma tolerância que um tem pelo outro e por uma necessidade de aproximação humana, quase uma simbiose de coexistência. Mesmo que eles não admitissem, eles viveram bons momentos juntos na companhia do outro.

A atuação está impecável! Richard E. Grant é a pessoa ideal para o papel; num primeiro momento é um inglês alto, desengonçado, vagabundo e sem classe, noutro é um nobre conhecedor dos melhores bares e restaurantes da cidade. Melissa McCarthy faz uso de tudo ao seu redor para dar veracidade à Lee; suas roupas, seu cabelo, seu apartamento, o jeito de andar (mãos nos bolso e as vezes puxando a camisa para baixo), mas também de ferramentas internas como o olhar, os trejeitos e a fala.

Melissa McCarthy indicada ao Oscar® 2019 na categoria de melhor atriz.

A fotografia de Brandon Trost e a direção de Marielle Heller estão integradas ao filme e não chamam atenção, isso é bom já que a intenção nunca foi se destacar por esses pontos, mas de que estes convergissem para uma atuação impecável em cena.

Nomeado para melhor roteiro adaptado, melhor atriz e melhor ator coadjuvante para o Oscar® 2019, Poderia Me Perdoar? é indispensável para cinéfilos e atores.

Poderia Me Perdoar? estreia no dia 07 de fevereiro em alguns cinemas selecionados.

Ficha Técnica


Nome: Poderia Me Perdoar?
País: EUA
Data de estréia: 07 de fevereiro de 2019
Gênero: Biografia, comédia, drama
Classificação: 16 anos
Duração: 106 minutos
Distribuidora: Fox Film do Brasil
Direção: Marielle Heller
Elenco: Melissa McCarthy, Richard E. Grant, Jane Curtin, Dolly Wells.

Albert Hipolito escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook