Crítica: Anna - O perigo tem nome, mas bombou em história

Anna o perigo tem nome é um filme ágil, mas que peca por não considerar o contexto histórico da época, além de apresentar falhas históricas básicas



Dia 29 de agosto chega aos cinemas de todo o Brasil o filme Anna - O perigo tem nome dirigido por Luc Besson, e estrelado por Sasha Luss, Helen Mirren, Luke Evans e Cilian Murphy. Ainda que o enredo esteja carregado de cenas de ação, peca ao ignorar o contexto histórico da época.


Por trás da beleza marcante de Anna Poliatova há um segredo que irá expor sua indestrutível força e habilidade para se tornar uma das assassinas mais temidas do mundo. Uma eletrizante e emocionante viagem repleta de energia, reviravoltas surpreendentes e ação de tirar o fôlego. 


O filme Anna tem uma narrativa muito empolgante, uma vez que a história vai e volta. Além de usar pontos de vista diferente para apresentar as reviravoltas no caminho de Anna. Quando você acha que a história está tomando um determinado rumo. Um novo elemento é acrescentado e o destino de Anna altera.

A linguagem usada deu muita agilidade ao roteiro. Porém abriu brechas para diversas falhas históricas que fazem a narrativa perder a credibilidade. Talvez o período histórico escolhido não tenha sido o melhor para contar o tipo de história que o filme pretendia. Afinal muitos elementos que aparecem no decorrer da narrativa estão historicamente fora de contexto.


Uma boneca russa matadora

Sobre as interpretações, a atriz Sasha Luss conseguiu transportar para tela o conceito de boneca russa. Uma mulher linda, mas que não sorri. Tudo por causa de sua vida onde os homens decidem o seu futuro. Sendo esse um dos maiores problemas do filme, pois Anna é tratada como alguém desprovida de essência, que pode ser usada e manipulada conforme interesses dos governos russo e americano. 
Em algumas partes do filme a vida de Anna causa mal-estar em quem assiste o longa. Se ela fosse um homem teria sido tratada da mesma forma? Acredito que vale a reflexão. 
Apesar dos problemas de roteiro, alguns inaceitáveis, o filme Anna - O perigo tem nome é interessante e tem um final surpreendente. No entanto a relação presente e passado do filme é um tanto conturbada, pois as circunstâncias históricas foram desprezadas pelo enredo. 


Ficha técnica

Nome: Anna - O perigo tem nome
Nome original: Anna
País: França
Data de estreia: 29 de agosto de 2019
Gênero: Ação, Suspense
Classificação: 16 anos
Duração: 118 minutos
Distribuidora: Paris Filmes
Direção: Luc Besson
Elenco: Sasha Luss, Helen Mirren, Luke Evans, Cilian Murphy, Eric Godon, Ivan Franek, Alison Wheeler e Andrew Howard.


Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook