Crítica: Star Wars Episódio IX - A Ascensão Skywalker é pau, é pedra, é o fim do caminho

Novo episódio da saga usa de nostalgia para apresentar uma aventura mediana


O episódio final da nova trilogia de Star Wars finalmente chega aos cinemas. Como não recebemos convite para conferir antes, fomos na pré-estréia da meia-noite. Star Wars Episódio IX - A Ascensão Skywalker é um filme para mexer com o emocional dos fãs através da nostalgia, mas segue a mesma linha dos anteriores, um filme sem momentos surpreendentes.


Quando se lê na sinopse oficial que: "a Lucasfilm e o diretor J.J. Abrams unem forças mais uma vez para levar os espectadores a uma jornada épica para uma galáxia muito distante em Star Wars: A Ascensão Skywalker, a conclusão fascinante da saga seminal de Skywalker, onde novas lendas nascerão e a batalha final pela liberdade ainda está por vir."


Não dá para pensar em Star Wars sem criar um hype, mesmo os últimos filmes não tendo sido bons. a expectativa em cima do encerramento da saga da família Skywalker, o pensamento de como será a despedida da Leia após a morte da Carrie Fisher, tudo isso servindo como combustível para presenciar esta nova aventura.


Sem reviravoltas ou momentos de tirar o fôlego, o filme tem um começo corrido apresentando o Palpatine (sim, aquele que morreu lá no sexto filme há quase quarenta anos, voltou para aprontar altas aventuras com uma turma de sith do barulho) como sendo o vilão maior após a morte desnecessária do Supremo Líder Snoke - um personagem que deveria ter sido melhor aproveitado afinal, foi ele quem levou o Kylo Ren para o lado sombrio.

Personagens


O trio principal desta nova trilogia, Poe Dameron, Finn e Rey teve um grande destaque na sua introdução lá no episódio VII, no filme seguinte, descobrimos que a Rey desenvolveu uma ligação especial com o vilão Kylo Ren (muita gente shippou isso), tirando um pouco do foco dos outros dois, mas não tirando a importância deles.

Poe Dameron


Poe é o piloto teimoso que acredita estar sempre certo, ou na maior parte do tempo. O personagem tem a importância de coordenar e orientar os ataques aéreos enquanto tem seus momentos de discutir relação com Finn

Finn


Um personagem com um potencial enorme e foi passado para escanteio de tal forma que o C3PO acabou tendo mais importância no filme. Finn tem bons momentos, porém são mal aproveitados, principalmente com o povo de Endor onde daria um ótimo plot para o personagem.

Rey e Kylo


Apresentados como as duas faces da mesma moeda, os dois personagens criaram um vínculo desde o episódio VII e cada vez mais cresce. Onde antes eram o trio de protagonistas, Rey, Poe e Finn, neste novo filme o protagonismo fica por conta dos dois e sua conexão mental, sempre que se encontram se enfrentam com os sabres, disputam para ver quem tem mais domínio da força mas, sem realmente causar danos um ao outro.

Conclusão


Star Wars Episódio IX - A Ascensão Skywalker, não é o encerramento que os fãs merecem mas é o final que essa nova trilogia precisa. Consegue encerrar de uma forma satisfatória mesmo com seus erros e suas pontas soltas. A despedida da Leia foi sucinto e eficaz, sendo responsável por um dos plots mais importantes da trama. Lando faz sua participação ser, apesar de minúscula, muito importante para os fãs. Este novo episódio vai te cativar pelos seus momentos nostálgicos e emocionantes mas está longe de ser um ótimo e surpreendente filme.

Lembrem-se: Que a força esteja com vocês

Ficha Técnica


Nome: Star Wars - A ascensão Skywalker
Nome Original: Star Wars - The rise of Skywalker
Origem: EUA
Ano de produção: 2019
Gênero: Aventura, Ação
Duração: 142 min
Classificação: 12 anos
Direção: J.J. Abrams
Elenco: Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Mark Hamill, Lupita Nyong'o, Carrie Fisher

Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook