Séries & TV

Crítica: Dash & Lily: Fofura de Natal para quem busca uma história leve

Dash & Lily da Netflix apresenta as desventuras natalinas de Dash, um adolescente que detesta o Natal, e Lily que ama a época mais iluminada do ano



Desde que baixei minhas expectativas, fui capaz de apreciar narrativas menos elaboradas. Afinal, nem todo mundo deseja ganhar um Oscar, além disso, algumas pessoas só querem sentar na frente da TV e esquecer os problemas por algumas horas. Logo, não estou surpresa com o quanto eu curti a série Dash & Lily, que estreou no catalogo da Netflix em 10 de novembro. 













Sinopse

Baseado no best-seller Young adult O Caderninho de Desafios de Dash & Lily, escrito por David Levithan e Rachel Cohn, a história apresenta as desventuras natalinas de Dash, um adolescente que detesta o Natal, e Lily uma garota cheia de energia que ama a época mais iluminada do ano. O interessante e acompanhar como esses dois extremos se tornam um casal. Aí gente! Esse é o tipo de história que nos primeiros 30 segundos a gente já sabe que os protagonistas vão ficar junto. Sem novidades.














Entre todos os personagens o que mais chamou minha atenção, além do irmão da Lily que não sabe o que fazer com a própria vida, entretanto, tem várias ideias para a da irmã. Foi Thibaud, Gleen McCuen, colega no ensino fundamental de Lily, Midori Francis. A atitude desse garoto chamou minha atenção. Pois, nunca havia pensado no tipo de bullying que ele fazia. Tanto que consegui entender a dor do garoto e me conectei com sua história. Não que eu concorde com o que ele fez. Mas, como diria meu professor de escrita para ficção Luiz Antonio de Assis Brasil “a questão essencial dele era tão bem desenvolvida que tudo o que ele fez durante a história era admissível”.



Outro personagem com uma questão essencial bem elaborada era Dash, Austin Abrams, que não vou contar para não dar spoilers. No entanto, conforme a história avança você entende as escolhas questionáveis do garoto. E começa a acreditar que ter encontrado o caderninho foi o milagre de Natal tão celebrado por Hollywood nessa época do ano.

Enfim, Dash & Lily é uma série que apresenta os dilemas da adolescência tendo o Natal como pano de fundo. Uma história leve que dá para assistir numa tarde. Afinal, são 8 episódios de até 30 minutos cada.













Ficha técnica

Título: Dash & Lily

Título original: Dash & Lily

País: EUA

Data de estréia: 10 de novembro de 2020

Gênero: Comédia romântica, Drama

Classificação: 12 anos

Duração: 23 - 27 minutos

Distribuidora: Netflix

Direção: Brad Silberling, Pamela Romanowsky e Fred Savage

Elenco: Midori Francis, Austin Abrams, Dante Brown, Troy Iwata, Keana Marie, Gleen McCuen e James Saito



Kika Ernane, Karina no RG, e sou multitarefa (designer, ilustradora, redatora, escritora e na caça de mais uma habilidade). Uma mulher como muitas da minha época, que ainda não descobriram como aproveitar a liberdade que lutaram tanto para conseguir. Muito menos administrar todas as tecnologias disponíveis. Enfim, estou sempre aprendendo.


Disqus
Facebook
Google