Cinema

Conheça a origem e os diferentes tipos de Sabre de Luz da saga Star Wars

Muito mais que apenas uma espada, entenda o que é um Sabre de luz, do que é feito, suas variações e peculiaridades.



Todo mundo sabe o que é um sabre de luz, seja você fã ou não de Star Wars. O que muitos não sabem é que existem inúmeros tipos de sabres e as cores deles também possuem algum significado. Vem comigo que eu te explico melhor!

A história

Forcesaber
Sabres de luz descendem de uma tecnologia antiga e seu precursor foi o Forcesaber, uma arma criada pelo povo de Rakata. Sua criação possuía uma forma especial de cristal que era modelado com o uso de alquimia. Detalhe: o Forcesaber era uma arma utilizada pelo lado negro da força, para os seguidores do lado da luz essa arma era algo como o anel de Sauron. Sério, somente tocá-la já era suficiente para você sucumbir ao lado negro.

Os primeiros sabres de luz surgiram seguindo o mesmo principio de forjadura mas com uma tecnologia mais avançada onde eles congelavam uma pequena viga de luz, e por exigir um grande uso da força esses primeiros sabres eram utilizados apenas em cerimonias oficiais, até que com muito estudo eles conseguiram desenvolver uma tecnologia que permitia que os sabres fossem utilizados em batalhas. Porém, essa traquitana consistia em usar um cinto com circuitos que através de um cabo geravam a lâmina, alem de ser um equipamento muito instável, correndo o risco de explodir a qualquer momento, sua duração era muito curta o que os tornavam uma arma inútil.

Claro que elas foram sendo gradativamente aprimoradas até algo que a gente conhece hoje em dia, mas o problema com as baterias ainda era algo que necessitava de conserto, e advinha quem criou a solução para esse inconveniente? Exato, os Sith.

Sim, caros Padawans, foram os Lordes Sith que tiveram a brilhante ideia de substituir toda a parafernália de cinto e cabos, por uma célula de energia e um supercondutor, que recebe a energia da célula fazendo com que a lâmina seja criada. Olha aí os bandidos sempre à frente quando o assunto são armas!

Cores

Pode não parecer, mas existem inúmeras cores para um sabre luz e as cores não são apenas uma questão de gosto, há um significado por trás da cor de um sabre. Óbvio que nos filmes isso passa totalmente despercebido a olhos não treinados, mas com a nossa ajuda, você saberá reconhecer o cargo de quem ergue um sabre perante a um inimigo.

Sabre Azul: São sabres utilizados por guardiões, os caras que lutam contra o lado negro com unhas e dentes e que dominam algum estilo de luta com sabres, além de terem muita experiência em combate, são praticamente o BOPE das galáxias.

Sabre Verde: São os sabres utilizados pelos Jedi Consulares, os caras da paz, que preferem lutar contra o lado negro de maneira pacifica. Esses Jedi são enviados em missões diplomáticas e nunca tem a intenção de lutar, mas não pensem que por serem paz e amor eles são fracos.
Yoda Rules
Sabre Amarelo: Indicam os Jedi Sentinelas, os caras que buscam o equilíbrio entre a parte física e mental.

Sabres Pretos e Vermelhos: Claro que esses são utilizados pelo povo do mal e diferentemente dos sabres Jedi, os Sith utilizavam um cristal sintético na forjadura que são carregados de energias negativas vinda de seus portadores.

Há também sabres alaranjado, branco, marron, purpura e rosa, esses são poucos utilizados por serem raros de achar os cristais necessários.

Cristais

A escolha do cristal que será utilizado na construção do sabre é muito importante, porque ele é o coração da arma. O sabre é uma extensão do corpo de um Jedi, por isso ambos devem estar em perfeita harmonia de modo a se tornarem um. A maioria dos sabres Jedi utilizavam cristais retirados da caverna de Cristal em Ilum, o que ocasionou uma queda grande na variedade de cores dos Sabres, limitado-os a verde e azul, mas o cristal não é somente para dar uma coloração a um sabre, alguns deles conferem certo poder aos portadores durante as batalhas confira:

Cristal Adegan
Adegan: são os mais utilizados pelos Jedi, o cristal Adegan tem uma ligação especial com a força e os Jedi se utilizam dessa conexão para para se unirem a eles, essa característica criava uma pequena assinatura de Força que poderia ser facilmente sentida por qualquer Jedi.

Cristal Sintético
Cristal sintético: esse cristal é de uso exclusivo dos Lordes Sith, diferentemente dos outros cristais ele é criado utilizando-se do lado negro da Força e possuem lâminas mais poderosas que as de cristais convencionais.

Sua cor vermelha é um reflexo das intenções de quem esta manipulando o cristal, mas com uns ajustes aqui e ali ele pode ser feito em qualquer outra cor, esse tipo de cristal é criado em laboratório onde são simulados as condições geológicas para o surgimento de cristais.

Aquamarine: cristal encontrado em planetas aquáticos ou onde há muita água, como Naboo e Kamino, esse cristal concede ao portador as habilidades necessárias para o manuseio do sabre debaixo d'agua.

Safira de Ankarres
Safira de Ankarres: também conhecido como Cristal de Antares, ele concede ao Jedi um incrível poder de cura, como se eles já não tivessem um poder de cura bastante elevado, além disso ele só poderia ser usado por seguidores do caminho do bem, se um Dark Sider tocasse num sabre feito desse cristal o mesmo começaria a aquecer até o ponto de queimar a mão do indivíduo.

Bondar: encontrado em um asteroide ao redor do sistema de Alderaan, esse cristal deixa o adversário atordoado por um breve momento quando o mesmo tem a pele cortada pelo sabre.

Luxum: sabres construídos desse cristal são muito úteis nos combates contra droids, porque descarregam uma forte onda iônica deixando os droids paralisados, como se os sabres feito de outros cristais não cortassem os droids ao meio com a facilidade que se corta uma pizza.

Cristal Solari
Solari: esse é o mais antigo e poderoso cristal que pode ser utilizado em um sabre de luz, e não é qualquer um que pode manuseá-lo: você tem que ser totalmente puro de espírito e, claro, somente os seguidores do caminho da luz podem usá-lo, esse cristal é tão coisa de Deus que ele nem pode ser corrompido pelo lado negro. Detalhe, mesmo numa batalha o cavaleiro deve manter seu coração puro para que o sabre funcione ou não exploda na mão do usuário.

Claro que existem muito mais tipos de cristais que podem ser utilizados em um sabre, mas não caberiam todos em um único post, no entanto se você quiser sabe mais sobre os tipos de cristais clique aqui.

Mecanismo

Punhal de um sabre de luz

O punho de um sabre de luz tem em média 24~30 centímetros, mas claro que ele é totalmente alterado de acordo com as necessidades de seu usuário/criador. O sabre funciona mais ou menos assim: a fonte de energia de um sabre está contida em uma célula de Diatium, ao redor da célula estão o campo condutor de força e o anel vortex de força, dispositivos que trabalham simultaneamente para direcionar a energia até a comporta de energia, que por sua vez controla a energia direcionada à câmara do cristal.

A câmara do cristal é responsável pela conversão primaria de energia, detalhe são usados (geralmente) dois cristais na câmara, sendo o primeiro responsável por converter a energia canalizada pela central de força e transferi-la para os demais cristais de foco e assim chegando até sua fase final, que é a lâmina de energia.

Um sabre de luz tem o poder de cortar quase todo tipo de material existente na galáxia com exceção de outro sabre (claro) e alguns tipos de aço e minerais como por exemplo o Cortosois, Phrik, aço Mandaloriano e a água. Sim, se o sabre de luz não for feito de um cristal que seja para o uso aquático o mesmo não servirá em nada nas batalhas debaixo d'água ou sob fortes tempestades.

Detalhe: um sabre de luz é feito como um teste final de habilidades de um Jedi, e o alinhamento perfeito dos cristais só é conseguido através da Força e qualquer mínimo descuido o portador do sabre pode acabar se ferindo fatalmente. Pensa: você tem em suas mãos uma arma capaz de derreter varias camadas de porta de aço, você não confiaria a qualquer a tarefa de fazer um sabre para você, por esse motivo leva-se em média 30 dias para se fazer um sabre de luz, porque antes de qualquer coisa é preciso que o Jedi e o cristal se tornem um, através de muita meditação, é quase como ter um filho a arte de construir um sabre.
Luke Skywalker construindo um sabre

Variações do sabre

Standard: possui um punhal reto de aproximadamente 30cm. Não há muitas especificações porque ele é de fabricação própria e a customização fica a gosto de seu construtor. Esse modelo de sabre é o mesmo utilizado por Qui-Gon Jin.
Sabre Standard - mesmo utilizado por Qui-Gon Jin

Protosabre: é o pai dos sabres de luz. Para ser utilizado era necessário que o Jedi carregasse uma "pochete" com baterias e fios que eram conectados ao punho para que a lamina surgisse. Devemos tudo a ele!
Protosabre


Sabre de duas lâminas: esse sabre é muito badass. Quem não conhece Darth Maul e seu sabre duplo? Esse sabre foi inventado pelos Lordes Sith do antigo império. Sua construção é bem simples, são dois sabres conectados por seus punhais o que gera lâmina em ambas as pontas.
Darth Maul - Sabre de luz com lâmina dupla


Esse tipo de sabre exige de seu usuário muita destreza e uma habilidade extrema no controle da força, o que coloca Darth Maul lá em cima na lista dos inimigos badass.

Sabre de luz Tonfa: não há muito a ser dito sobre esse cassetete de luz, além de que sua maior vantagem era na defesa, motivo esse que seu cabo é construído de Phrik, um dos metais que não pode ser destruído por um sabre de luz.
Sabre de luz Tonfa


Crossguard: é um tipo bem raro de sabre de luz que somente é utilizado por guerreiros extremamente habilidosos. A maior vantagem desse sabre é que ele possui duas lâminas, uma para o ataque e uma menor que é utilizada para proteger a mão do cavaleiro, olha ai se o Anakin e o Luke tivessem uma dessa, muito provável que eles ainda teriam suas mãos.
Crossguard

Sabre de luz curvado: esse tipo de sabre era muito usado por Jedi que utilizavam a forma II de combate, porque o sabre permitia movimentos mais precisos,  ao mesmo tempo seu uso era muito mais complexo e exigia um trabalho extra na hora de fazer o alinhamento dos cristais, esse sabre ficou famoso por ser utilizado por Conde Dookan.
Conde Dookan - Sabre de luz curvado

Sabre com punho alongado: esse sabre é utilizado em alguns estilos de luta muito específicos, seu punho alongado fornece uma área maior para o cavaleiro por as mãos.
Sabre com punho alongado

Sabre lança: Se assemelha as lanças medievais, é considerada uma arma exótica entre os domínios Jedi e era utilizada pelos Jedi guardiões do templo durante a Guerra dos Clones.
Sabre lança

Sabercane: Esse sabre de luz é uma variação do sabre standard, ele é um sabre que fica oculto dentro de uma bengala, no melhor estilo Laranja Mecânica. A unica "desvantagem" é a necessidade de remover parte da bengala para sacar o sabre.
Sabercane

Electrum: Esse é o sabre de luz ostentação, não faz nada de especial, possui apenas uns detalhes em dourado do metal electrum, esse sabre é concedido apenas aos cavaleiros de alto nível da ordem Jedi que demonstraram suas habilidades, raramente um Jedi utiliza esse sabre porém Mace Windu e Darth Sidius possuíam e usavam um sabre Electrum. Uma curiosidade é que Samuel L. Jackson (Mace Windu) pediu para que ele utilizasse um sabre de cor única que demonstrasse que ele possuía um cargo elevado, e sua cor favorita era o roxo, por isso nos filmes ele é o único a ter um sabre de cor diferente.
Sabre Electrum

Sabre de luz para treinamento: Como nome já diz esse sabre de luz é utilizado pelos iniciantes do caminho Jedi. Ele é um sabre comum que apenas teve a força de seu lamina reduzida para não matar os pequenotes, claro que eles ainda causam umas queimaduras e contusões mas nada fatal, inclusive é possível segurar esse sabre pela lâmina ficando apenas com algumas queimaduras leves.
Sabre de luz de treinamento

Shoto: Um sabre pequeno, com uma lâmina pequena para seres pequenos, em alguns casos são utilizados como armas primárias por serem menores e mais leves. Seu manuseio é simplificado, e advinha só quem usa um desses.
Mestre Yoda - Sabre de luz Shoto

Clava de luz: É o oposto do sabre Shoto, Clavas de luz são sabres que suas lâminas chegam aos 3 metros e são utilizados por criaturas enormes.
Clava de luz

Chicote de luz: É uma variação totalmente exótica de um sabre de luz e que raramente é visto em uso, seu funcionamento é o mesmo do sabre de luz com exceção, lógico, que ao invés de ter uma lâmina reta e firme ele possuí uma lamina flexível de alguns metros, que permitem atingir inimigos a uma distância considerável, que não seria possível com um sabre de luz comum, apesar de tudo isso o chicote de luz é mais fraco que um sabre comum e meio inútil para métodos defensivos.
Chicote de luz

Lightfoil: Se no universo Star Wars houvesse a China é lá que seriam fabricados os Lightfoils. Eles eram considerados elegantes sabres para combatentes do estilo II, são mais fracos que os sabres comuns, além de possuir cristais e acabamento de baixa qualidade. Esse sabre pode ser utilizado até por indivíduos que não são sensitivos a força, ou seja, a pirataria existe até no universo Star Wars.
Lightfoil
Sabre de duas fases: É uma variação de sabre que pode ter o tamanho de sua lâmina dobrada com uma simples ativação, podendo criar um elemento surpresa na hora de atingir seu oponente, esse sabre é o mesmo utilizado por Darth Vader.
Obi-Wan Kenobi vs Darth Vader - Sabre de duas fases

Underwater: Enquanto sabres comuns não funcionam debaixo d'água essa lâmina é feita para ser utilizada nas profundezas, devido aos dois cristais que criam o chamado ciclo de ignição bifurcado, que é justamente a tecnologia que permite que esse tipo de sabre de luz seja criado.
Underwater - Sabre a prova d'água

Geralmente, apenas Jedi de raças aquáticas criam e tem a capacidade de utilizar esses sabres, contudo houveram alguns Jedi não aquáticos que modificaram seus sabres para que eles funcionassem debaixo d'água também.

Darksabre: É o sabre mais raro de toda galaxia, sua lâmina possuí uma aura branca além do formato de uma lâmina de metal, dando a ele um formato único em toda galaxia.
Darksabre

Esse sabre pertencia à Ordem Jedi, mas durante a queda do império, os guerreiros do Clã Mandoloriano o roubaram. Com o passar do tempo, o Darksabre foi sendo passado através das gerações do Clã Vizla até que Tor Vizla fundou um grupo um grupo radical Mandaloriano conhecido como Death Watch e escolheu o Darksabre como símbolo de sua autoridade.

E ai, você conhecia tão bem assim um sabre de luz? Creio que com toda essa aula já de para se tornar um faixa preta na disciplina Sabres de Luz e seus usos!
Ramon Gorge escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook