Cinema

Crítica: Mamma Mia - Lá Vamos Nós de Novo! Emoção ao som do ABBA

Filme traz a breguice dos anos 80 com a emoção das letras do ABBA


Sequência de clássico da Broadway chega aos cinemas e consegue retomar a emoção e o estilo alegre e descaradamente brega da banda que deu origem às musicas. Dez anos depois, os fãs do filme e do musical da Broadway podem comemorar a volta de seus personagens favoritos no cenário paradisíaco do primeiro filme. Sem Donna (Meryl Streep), filme ganha uma dose de emoção que o original não tinha.


Quando saiu o primeiro trailer muitas pessoas teimaram comigo sobre o papel de Donna neste novo longa. Afinal de contas a primeira história era uma trama fechada em começo, meio e fim. Para uma sequência era preciso que algo significativo acontecesse na vida dos personagens, e a escolha da trama foi acertadíssima. 


Se no primeiro filme Sophie (Amanda Seyfried) está em busca de seu pai e percebe que sua mãe sempre foi mais que um pai para ela, desta vez a jovem procura algo que a ligue com a mãe. O hotel era uma das coisas que Donna acreditava que poderia ser espetacular e, enquanto Sophie prepara a festa de inauguração, nós conhecemos como Donna chegou a ilha e como conheceu seus amores do passado.

Nesta parte Lily James foi uma surpresa muito boa. Ela canta muito bem e traz a energia que Donna mostra no filme original. Embora alguns pontos tenham sido modificados (não consigo ver como furo, porque ficaram muito melhores do jeito que foram mostrados na sequência), a história mantém elementos que já haviam sido mostrados nas breves cenas do passado no primeiro filme. A jovem Rosie (Alexia Davies) e a jovem Tanya (Jessica Keenan Wynn) tem o mesmo espírito atrapalhado em uma e protetor na outra e os atores dos jovens Harry, Sam e Bill dão conta de mostrar o porque de Donna ter tido uma história com todos.


Com outras musicas do repertório do ABBA e com muitos momentos emotivos, Sophie procura uma ligação, que nunca teve antes apesar de ter se aproximado, com a mãe e essa ligação vem com a gravidez.

Como personagens novos temos Cher interpretando Ruby Sheridan, avó de Sophie. Apesar de ter a idade próxima a de Meryl Streep, as duas até podem passar por mãe e filha, se você fizer um exercício de boa vontade.



Nesta nova trama Sophie está mais madura, mas também os atores parecem estar mais a vontade em seus papéis e fica visível que eles se sentiram mais confortáveis em participar de algumas cenas um pouco mais bregas que já tinham no original, mas que neste vem de uma forma mais confiante.
O roteiro estruturado todo na Donna, tanto em suas memórias como na saudade que ela deixou é o ponto crucial e deu mais força para a trama em relação ao primeiro, embora pequenos detalhes poderiam ficar de fora, como a briga de Sophie e Sky (Dominic Cooper) que só serviu para colocar um dueto com os dois (muito bom por sinal).

O filme acaba sendo mais divertido que o primeiro  por estar mais livre da estrutura de peça e conter  clássicos do Abba que ficaram de fora do primeiro, desafio qualquer um a sair de lá sem cantar alguma das musicas. Além disso, qualquer filme que reúna Julie Walters, Christine Baranski, Pierce Brosnan e Colin Firth merece ser assistido. Fique até o fim dos créditos para curtir a festa, afinal são 10 anos de espera!

Ficha técnica


Nome: Mamma Mia: Lá vamos nós de novo!
Nome original: Mamma Mia: Here we go again!
País: EUA
Data de estréia: 2 de Agosto de 2018
Gênero: Comedia Musical
Classificação: 10 anos
Direção: Ol Parker
Elenco: Amanda Seyfried, Meryl Streep, Lily James, Pierce Brosnan, Julie Walters, Christine Baranski, Colin Firth, Stellan Skarsgård, Jeremy Irvine, Hugh Skinner, Josh Dylan, Alexa Davies, Jessica Keenan Wynn

Lais Tigre escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do GeekBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook