O que o final de "Homem-Aranha - Longe de Casa" diz sobre o futuro [SPOILERS]

Filme do teioso criou vários caminhos para o futuro do MCU

Nos cinemas desde 4 de julhoHomem-Aranha - Longe de Casa tem agradado público e crítica, levando uma aventura emocionante e divertida do Cabeça de Teia para as telonas. Além disso, o filme também representa o encerramento oficial da Fase 3 do Universo Cinematográfico Marvel, com seu final deixando inúmeras pontas soltas para o que virá nos próximos filmes da franquia. Não à toa, os últimos momentos do filme, assim como as cenas pós-créditos, já estão criando rebuliço na internet, com diversas teorias sobre o que a Marvel Studios pode nos trazer em breve. [MUITOS SPOILERS DE "LONGE DE CASA" E "VINGADORES: ULTIMATO" A SEGUIR]

1 - Peter NÃO É o "próximo Homem de Ferro"

Apesar dos pedidos de Nick Fury (Samuel L Jackson), Happy (Jon Favreau) e do próprio Tony Stark (Robert Downey Jr), Peter (Tom Holland) passa quase todo o tempo de Longe de Casa fugindo da responsabilidade de se tornar o próximo grande herói da Terra, chegando até mesmo a passar o controle de toda a tecnologia Stark para Mysterio (Jake Gyllenhaal). Mesmo recuperando o comando de E.D.I.T.H. no final do filme, fica claro que o garoto ainda não se sente pronto para assumir o vácuo deixado por Tony, voltando a balançar por Nova Iorque com um uniforme clássico e sem nenhum auxílio de Inteligência Artificial, seja EDITH, ou Karen, apresentada em De Volta ao Lar. Peter segue fazendo suas rondas pela metrópole, balançando com MJ (Zendaya) e enfrentando bandidos mais "pé no chão" que agem na cidade.

2 - A morte de Quentin Beck não é o fim de Mysterio

Logo após os últimos suspiros de Quentin Beck/Mysterio, vemos William Riva (Peter Billingsley) baixando dados do seu computador para uma unidade externa. Os arquivos extraídos são extremamente significantes para o futuro do Homem-Aranha: além do vídeo alterado para tornar Peter um vilão aos olhos do mundo, Riva também transporta todo o trabalho da equipe por trás de Mysterio. Com isso, a alcunha do vilão sobrevive à morte de Beck, podendo ser usada em uma eventual formação do tão esperado Sexteto Sinistro, que ainda pode contar com Abutre (Michael Keaton) e Escorpião (Michael Mando), apresentados em De Volta ao Lar.

3 - Os retornos de JJ Jameson e JK Simmons

A primeira cena pós-créditos trouxe a surpresa que talvez mais tenha agradado os fãs do teioso no cinema, J Jonah Jameson está oficialmente no MCU e, mais importante, interpretado por JK Simmons, que viveu o controverso jornalista nos três filmes do Homem-Aranha dirigidos por Sam Raimi. A introdução de Jameson traz um inimigo que o Cabeça de Teia enfrenta frequentemente nos quadrinhos: a opinião pública. No novo filme, é ele o responsável por divulgar ao mundo a identidade do Homem-Aranha, arco que deve ser explorado na continuação da franquia. Com todo o carisma que passa ao personagem, JK Simmons pode se tornar uma figura constante no MCU (mesmo que em pequenas pontas), bombardeando os heróis, novos e antigos, com manchetes difamatórias.

4 - Sai a SHIELD, entra a ESPADA


Na segunda cena pós-créditos, é revelado que Nick Fury e Maria Hill (Cobie Smoulders) eram, na verdade, Talos (Ben Mendelsohn) e sua mulher, Soren (Sharon Blynn), enviados pelo ex-coronel da SHIELD para entregar a herança de Tony para Peter (apesar de as coisas desandarem por causa dos Elementais). O verdadeiro Fury estava, na realidade, a bordo de uma espaçonave skrull, em uma "missão importante". A cena dá a entender que, após os eventos de Ultimato, o personagem decidiu criar uma unidade contra ameaças espaciais à Terra, com a ajuda de aliados extraterrestres. Nos quadrinhos, essa unidade é a ESPADA (Equipe de Supervisão, Pesquisa, Avaliação e Defesa Alienígena), introduzida nos quadrinhos dos X-Men. No MCU, ela pode ser a ponte entre o núcleo terrestre da franquia (Homem-Aranha, Doutor Estranho, Homem-Formiga e a Vespa etc.) e os personagens baseados no espaço (Guardiões da Galáxia + Thor e, talvez, Capitã Marvel).

Homem-Aranha - Longe de Casa tem direção de Jon Watts e estreou em 4 de julho.

Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook