Crítica: Quem me ama, me segue! As descobertas na melhor idade!

Comédia dramática francesa, sobre um triângulo amoroso na terceira idade, e as descobertas de uma mulher desfrutando sua liberdade


O drama francês Quem me ama, me segue! (Qui m'aime me suive!), estreia nessa quinta-feira 06/02 no Brasil e traz um triângulo amoroso na terceira idade, para "RRR": refletir, rir e redescobrir.


Simone (Catherine Frot), é casada com Gilbert (Daniel Auteuil) há 35 anos e torna-se amante de Etienne (Bernard Le Coq), seu vizinho descolado, que muda de vida após um infarto.

Refletir


A terceira idade...casamentos tradicionais (homens trabalham, mulheres donas de casa), filhos crescem e saem de casa, chegam os netos. A saúde e o ânimo vão minguando, e a reflexão começa. Aquela, aquela mesma, que devemos fazer em todas as fases da nossa vida. Esse é o start de Simone para se aventurar.

Simone, depois de anos convivendo com o homem rabugento com quem se casou, decide partir. Sem pensar nos julgamentos do marido, família ou sociedade, e deixar tudo de pesado para trás, inclusive coisas materiais, para viver uma nova vida, totalmente sua.



Os dois personagens masculinos são opostos. Gilbert é mecânico que largou o ofício, artista (esculturas de metais), ranzinza e tradicional. Conjunto de coisas, que o leva a problemas financeiros. Problema recorrente na sociedade de hoje. Pessoas na velhice, com aposentadoria mínima ou sem recurso algum, fadados a continuarem trabalhando e ao desentendimento familiar com a filha.
Em contrapartida, totalmente dependente de "Simone!", por quem chama por qualquer motivo. Perdendo suas defesas.

Etienne, após o infarto, decide vender a casa onde vive, morar próximo da praia, e praticar ciclismo. Adora festas e dança. O homem perfeito? Etienne é o típico galã sedutor, sem  pudores para envolvimento com alguém. A grama do vizinho realmente é mais verde?

Rir


O filme é uma comédia dramática. Trazendo a tona os defeitos e peculiaridades dos personagens de forma leve e engraçada. Gilbert com toda sua rabugice, rouba a cena com seus ataques de fúrias, ganhando mais destaque junto com Térence (Solam Dejean-Lacréole), seu neto. Que surge no meio do vendaval da separação. E fará toda a diferença na trama de Gilbert.

Térence e Gilbert

Simone com suas descobertas, brilha estonteante, mostrando-se uma mulher forte e decidida. Com sua maconha, pileques e nova vida sexual. Assuntos e atitudes, que ainda são tabus na sociedade, para a nossa melhor idade. 

Apesar dos defeitos, o público não consegue tomar um lado, ou julgar por julgar. Cada personagem tem seus defeitos e virtudes, conquistando seu espaço com os telespectadores.

Redescobrir


Simone, vê-se no auge de sua vida, pela primeira vez tomando as rédeas de suas decisões, em primeiro lugar. Sem deixar de querer seus homens. Mostrando aquilo que toda mulher merece ter: liberdade de escolha e ser amada. Por quais caminhos ela vai passar?

O que a trama preparou para Gilbert e Etienne?

Para finalizar, não podemos deixar de falar da paisagem das vilas francesas, cenário da produção, que encanta com toda a sua simplicidade.


Ficha Técnica


Nome: Quem me ama, me segue!
Nome Original:  Qui m'aime me suive!
Origem: França
Ano de produção: 2019
Gênero: Comédia/Drama
Duração: 95 min
Classificação: -
Direção: José Alcala
Elenco: Daniel Auteuil, Catherine Frot, Bernard Le Coq, Solam Dejean-Lacréole, Vanessa Paric, Diouc Koma, India Hair, Olivier Loustau;

Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook