Grey's Anatomy 16x16 - Uma despedida a ser lembrada

No início de janeiro, Justin Chambers , intérprete de Alex Karev , até então um dos 4 personagens remanescentes do piloto da série, anunc... (por Gian Luca em 19/03/2020, via GeekBlast)

No início de janeiro, Justin Chambers, intérprete de Alex Karev, até então um dos 4 personagens remanescentes do piloto da série, anunciou que estava deixando a série depois de 16 temporadas, alegando problemas de saúde mental. Muito se especulou de que maneira seu personagem sairia da vida dos demais membros do Grey-Sloan Memorial Hospital.


Conforme os episódios após o retorno das festas de fim de ano eram exibidos sem nenhuma aparição do pediatra, fomos levados a aceitar que o Alex simplesmente largou sua vida, sua carreira e sua esposa em Seattle para cuidar da mãe. Ainda que fosse uma justificativa plausível, o fato de que essa situação não foi mostrada como uma cena em si, mas somente como um diálogo casual entre os personagens, só piorava a situação para os roteiristas em relação à reação dos fãs, que já não estavam satisfeitos com a produção.


Eis que, no dia 27 de fevereiro, um teaser trailer de 30 segundos anunciava que o episódio seguinte, exibido no dia 5, seria a despedida definitiva ao personagem. O fatídico dia veio, passou e, em um consenso praticamente unânime da comunidade, pela primeira vez, quem sabe, na história da série inteira, a morte teria sido um destino melhor do que ele simplesmente ir morar em outro estado com a ex-exposa que o largou 10 anos atrás porque, do nada, ela teve gêmeos e ele é o pai. E ele se despediu da MEREDITH (melhor amiga), da MIRANDA (professora e confidente), do RICHARD (chefe e companheiro) E DA JO (sua ESPOSA) através de cartas. Isso mesmo. Cartas.

Eram 5. Um morreu. Uma simplesmente foi embora. A outra foi para outro país.
Durante um bom tempo, foram apenas eles dois. Agora só sobrou a Meredith.
Afirmar que a morte seria preferível ao que aconteceu nesse episódio, embora tal destino seria sim uma jogada bem fácil de encerrar a trajetória de Alex sem envolver o Justin em novas cenas, já que sua súbita saída da série deixou os roteiritstas em uma corda bamba, pois era evidente que queriam manter o personagem vivo, não é exagero porque a própria Shondanás fez isso com Derek. Sim, Patrick Dempsey teve desentendimentos com a produção do show que levou à sua saída, mas seu personagem, por mais que estivesse caindo no desgosto do público já fazia um bom tempo, nunca seria capaz de abandonar para sempre sua mulher e seus filhos.

"Jo, eu juro por Deus que eu nunca, nunca poderia te machucar."
"Eu não vou a lugar algum exceto minha casa contigo"
Me sinto traído e de coração partido.
A estrutura do episódio é composta de flashbacks de pequenos momentos do Alex e dos demais protagonistas da série ao longo dos anos e tenta dar um ar de nostalgia. Até consegue, mas é devido a nosso apego emocional a todos os protagonistas que vimos morrer e nos deixaram ao longo desses anos, e só. Além disso, usar de cenas desconexas para dar a entender que, mesmo nos 8 anos de relacionamento que esteve com a Jo, ele ainda tinha sentimentos pela Izzy, sendo que, no 300° episódio da série, a própria Wilson disse que ele só precisava ligar se sentisse falta dela e o Karev disse que não precisava, que ele imaginava que a Stevens estava tão feliz com a vida dela quanto ele estava com sua vida, o quanto ele estava feliz ao lado de sua então noiva.

Jusitn Chambers, obrigado.
Alex Karev, adeus.
Talvez algum dia eu terei paciência/vontade/seja lá qual força externa me fará assistir a 16ª temporada, mas, por ora, prefiro me manter afastado. De verdade, embora isso não vá acontecer, eu adoraria muito que a já confirmada 17ª temporada fosse a última.

Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google