Panini torna One Piece mensal

Sem grande alarde, um membro da Panini anuncia em seu perfil nas redes sociais que o mangá de Eichiro Oda deixará de ser bimestral e passará a ser mensal


2017 parece mesmo ser o ano de One Piece. Após o anuncio da prequel de Ace e o especial comemorativo dos 20 anos do mangá, uma novidade referente ao mangá no Brasil foi divulgada.


Em uma postagem em seu perfil pessoal, Beth Kodama, editora-sênior da Panini, anunciou que a partir do volume 69, One Piece deixará de ser bimestral e passará a ser mensal.

As aventuras de Luffy chegaram ao Brasil através da editora Conrad em 2002 no formato meio-tanko (100 páginas), onde foi publicado até a edição 70, sendo cancelado em seguida. Em 2012, a Panini Comics adquiriu os direitos a obra e começou a publicar a versão tankobon (200 páginas, formato original) mensalmente desde o primeiro volume.


Para aqueles que já colecionavam as edições da Conrad, a Panini retomou de onde a antiga editora parou, porém com publicação bimestral até a edição 68, a ultima lançada no país até o momento.



Fontes e créditos

Aluno de gastronomia metido com textos e tabelas de Excel. Personagem eclético que joga, escuta e assiste o que lhe agrada, independente da qualidade.

Comentários

Google
Disqus
Facebook