Resenha: A sutil arte de ligar o f*da-se - e as batalhas que realmente devemos travar

No livro A sutil arte de ligar o f*da-se Mark Manson apresenta situações que ajudam a entender que o único responsável por suas escolhas é você



Quem me conhece sabe que detesto livro de autoajuda. No entanto, o livro a Sutil arte de ligar o f*da-se de Mark Manson é tão engraçado e direto, de um jeito que mais parece aquele amigo que vai conversando com você durante uma longa viagem, ainda que você pense "se ele não calar a boca agora, nossa amizade acaba", porém quando sua parada chega você se dá conta de que ele tinha razão. 
O livro A sutil arte de ligar o f*da-se não é sobre enviar tudo para aquele lugar, mesmo que já tenhamos feito isto mentalmente com 70% da humanidade. É sobre o que realmente importa, que se dane os indivíduos que acreditam que a terra é plana, pois temos problemas maiores para resolver, aqueles que precisam de nossa atenção.

Dito isto, no decorrer dos 9 capítulos do livro Mark apresenta situações que ajudam a entender que o único responsável por suas escolhas é você. Eu sei o quanto culpar o outro é reconfortante, entretanto quem te colocou nesta furada foram as suas escolhas. Sorry!
"Tendo ou não essa consciência, sempre somos responsáveis pelo caminho que tomamos."
Agora que já sei disto, como vou sair desta?

Mark Manson também pensou nisto, por este motivo compartilhou algumas ferramentas que ajudam a fazer escolhas melhores, ainda que difíceis. Todas considerando o que é preciso fazer para conquistar uma vida mais sensata. Afinal, fazer de conta que a pia pingando a noite inteira não é um problema, não acabará com o barulho. Já que a pia precisa ser consertada e aquela outra questão importante solucionada. Existem situações que só dependem da gente e de mais ninguém, mais uma dica do Mark.
"A autoconsciência é uma cebola: cheia de camadas, e quanto mais você descasca, mais provável é que comece a chorar em momentos inadequados."

No livro Mark mostra atitudes que são prejudiciais a nossa vida, como não fazer nada e ainda assim querer ser o vencedor. Não existe conquista sem esforço, visto que se não for você, alguém está fazendo a sua parte. Sim é incrível ganhar coisas, porém ser o capitão da sua própria jornada é muito melhor.
"Se parece que é você contra o mundo, é provável que seja só você contra si mesmo"
Boa parte do livro é sobre se responsabilizar pela própria vida, pegar o leme e pilotar o próprio navio, sobre aprender a fazer escolhas melhores, não as mais fácies, pois coisas ruins acontecem e vão acontecer independente da sua vontade. 
O que muda é como encaramos os desafios que encontramos pelo caminho, e as decisões que nos trouxeram até este momento. 

Resultado de imagem para a arte de ligar o f*da-se

Enfim, o livro A sutil arte de ligar o f*da-se é divertido, tem uma leitura leve, necessária e impactante, que toda pessoa deveria ler pelo menos uma vez na vida, e sempre que começar a se esquecer o que realmente importa. 
Para finalizar uma última lição de Mark: viva intensamente, pois a morte é certa. Desfrute o máximo possível este presente que é a vida fazendo escolhas melhores. Agora chega, sentimentalismo tem limites. 

Ficha Técnica

Título: A sutil arte de ligar o f*da-se: Uma estratégia inusitada para uma vida melhor
Título original: The subtle art of not giving a f*ck : A counterintuitive approach to living a good life
Autor: Mark Manson
Editora: Intrínseca
Ano de Publicação: 2017
Gênero: Autoajuda
Páginas: 224


Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google