Cinema

Crítica - Meu Amigo Ninja e as confusões de um roteiro!

Meu Amigo Ninja e as confusões de um roteiro quase nada infantil.


O Meu Amigo Ninja é uma animação dinamarquesa com um início relevante que se perde na narrativa, e mostra a amizade de uma criança com um espírito guerreiro em busca de vingança, e em paralelo lidando com os assuntos típicos da infância com o primeiro amor e bullying.

O Meu Amigo Ninja traz no início da produção o tema sobre a escravidão infantil, nesse caso na Tailândia e de forma muita explícita o sofrimento dessa realidade, digamos que até incomum para a faixa etária e para um filme animado. A conturbada sequência de cenas é marcada por cores escuras e sombrias, com um cenário pesado e de dor palpável, um trecho isolado do filme para contextualizar a aventura da trama.

Já numa realidade com uma atmosfera leve e alegre, conhecemos o menino Alex que está no 8° ano e vivenciando os dramas da infância junto com sua mãe, padrasto e meio-irmão, cenário criado por cores vivas e que lembra as casas do subúrbio americano. 

A vida de Alex traz elementos típicos da infância de muitos de nós, uma mãe super dedicada, personificada como uma mulher saudável e zen que quer impor para a família seu estilo de vida, o tio com problemas alcoólicos, o padrasto que busca uma chance no empreendedorismo sem emprego fixo e o meio-irmão mais velho que implica com tudo que é possível. Além de todas as questões escolares, o típico nerd apaixonado pela popular da escola e que sofre bullying. Porém, uma reviravolta acontece quando o Ninja aparece. Ninja é um boneco possuído por um espírito japonês vingador que jurou proteger as crianças e é criado após um incidente na fábrica de brinquedos na Tailândia.


O filme sobretudo mostra a  amizade e companheirismo entre duas personas diferentes que juntas tentam resolver suas próprias questões, porém o roteiro apresenta esses pontos de forma bem bagunçada, como por exemplo a compra de drogas por uma criança, induzida pelo próprio "herói" da história. Conforme citado acima, o assunto que iniciou a trama tornou-se perdido, sendo que deveria ser o mais relevante. A conclusão da história se encaixa no ousado e confuso roteiro. 

Apesar da química entre Alex e o Ninja, o filme tem vários elementos que não deveriam ser apresentado em uma película animada destinada para o público infantil.

Ficha técnica

Título: Meu Amigo Ninja

Título original: Checkered Ninja / Ternet Ninja 

País: Dimarca

Gênero: Animação

Classificação: 12 anos

Duração: 81 minutos

Distribuidora: A2 Filmes

Direção: Thorbjorn Christoffersen, Anders Matthesen 

Elenco: Com as vozes em inglês de: Facunso Reyes, Ava Connolly e Anders Matthesen



Escreve para o GeekBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google